Fechar

EXCLUSIVO Estrutura de camarote cai e assusta foliões

Tumulto e confusão na primeira noite do Carnaval no Rio em um dos espaços mais badalados da Sapucaí

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Os foliões de um dos camarotes da Sapucaí levaram um susto no meio da madrugada desta quinta-feira (21). Parte da estrutura do espaço caiu e assustou as pessoas que estavam próximas ao local. A notícia do incidente se espalhou rapidamente provocando um pequeno tumulto entre os convidados dos outros andares do camarote Arpoador localizado no setor 5 do Sambódromo do Rio.

Esta colunista, que tem amigos em tudo quanto é lugar, recebeu vídeos da confusão e soube que ninguém ficou ferido, mas o susto foi grande, já que o local estava bem cheio no primeiro dia dos desfiles das escolas de samba do Carnaval carioca.

 Há dois anos, na primeira noite de desfiles do Grupo Especial das escolas de samba, parte do teto de gesso do mesmo camarote Arpoador desabou por volta das 3h45, ferindo alguns foliões. Os feridos foram atendidos no posto médico do Sambódromo. 

Na época, uma pessoa que estava no espaço entrou em contato com esta colunista e relatou que por volta da meia-noite, um pedaço de gesso pequeno caiu dentro de um copo de uma das pessoas que estavam dançando na pista. Mais tarde, a parte do teto desabou assustando os convidados. 

Continua após a publicidade

Criança é atropelada na Dispersão

O primeiro dia do Desfile das escolas de samba da Série Ouro , antigo Grupo de Acesso, foi marcado por uma tragédia na noite desta quarta-feira (20). Uma menina de 11 anos, que sofreu um acidente na dispersão do Sambódromo, precisou amputar uma das pernas durante a cirurgia, informou a Secretaria municipal de Saúde (SMS) na manhã desta quinta-feira (21)

Raquel Antunes da Silva teria quebrado as duas pernas ao tentar subir em um carro alegórico da Em Cima da Hora e ficou imprensada entre a alegoria e o poste. Segundo o portal G1, a outra perna da menina está em estado crítico, teve traumatismo no tórax e, durante a cirurgia, Raquel teve uma parada cardíaca. Parentes e amigos da criança estão no Hospital municipal Souza Aguiar e a mãe de Raquel passou mal ao ser informada sobre o estado de saúde grave da filha.