se pronunciou

Ex-empresário do Luva de Pedreiro se defende e revela ameaças

Allan de Jesus contou que ele e sua família estão sendo ameaçados

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Allan de Jesus, ex-empresário do Luva de Pedreiro, usou as redes na noite deste domingo (26), para se defender das acusações de que teria hackeado o aplicativo de mensagens do influenciador digital. Além disso, ele revelou que, junto com sua família, está sendo ameaçado de morte.

“Eu venho aqui, mais uma vez, me pronunciar em relação a acusações levianas e falsas que eu estou recebendo. Neste momento, estou sendo ameaçado de morte, a minha família, a minha esposa, os meus filhos”, começou dizendo Allan de Jesus.

O ex-empresário do Luva de Pedreira explicou sobre a situação do aplicativo de mensagens. “Sobre o WhatsApp, que ele mais uma vez me atacou hoje, o que acontece é que eu fui comunicado que ele não seguiria comigo há alguns dias, mas apenas hoje, devido as inúmeras ameaças que eu estou sofrendo, decidi cancelar algumas linhas de telefone. Ele usava uma linha minha faz alguns meses e apenas hoje eu decidi cancelar”, contou.

Ele continuou: “Então, uma vez que ele decidiu seguir sem mim, sua equipe deveria ter orientado hoje mesmo ir buscar uma outra linha de telefone para que ele pudesse usar”, justificou.

Em relação ao não acesso à conta do TikTok do influenciador, Allan de Jesus disse que aconteceu por conta de erros cometidos pela nova equipe do Luva de Pedreiro. “Gostaria de deixar claro que, na quinta-feira passada, fomos solicitados pelo Iran para enviar para ele todos os acessos referentes às redes sociais. Foi feito isso, temos como provar. Sobre o TikTok, que ele acabou de postar, ele estava conectado conforme esse print [exibido na tela]. São dois iPhones. O 12 é meu, o 13 é o dele. Como podem ver, no dia 24 ele estava conectado”, disse.

Ele continuou: “Hoje fui surpreendido e desconectado da conta do TikTok e por falta de conhecimento técnico da sua nova equipe. Quando eles me desconectaram, eles esqueceram de alterar o e-mail de segurança, uma vez que o e-mail que o Iran usava não era seguro. Apenas fizeram após o Iran ir para a internet mais uma vez me acusar, fazendo com que aumente ainda as ameaças à minha vida, minha família, minha integridade física e mental”, contou Allan de Jesus.

O ex-empresário de Luva de Pedreiro, então, finalizou: “Eu estou cancelando algumas linhas de telefone para que eu pare de receber ameaças e para que eu preserve a minha integridade”.