ExclusivoEx-funcionária diz que foi demitida por conta de um quadro de depressão

Depois de 11 anos de serviços prestados, a cozinheira Adriana das Graças não pôde contar com a ajuda da atriz nem para comprar os remédios para o tratamento

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Adriana das Graças trabalhou por 11 anos como cozinheira na casa da atriz Juliana Paes. Apesar de todo tempo de dedicação, segundo ela, a artista a demitiu quando precisou se afastar do trabalho devido a um quadro grave de depressão.

Em conversa com a coluna, Adriana conta que no dia 26 de novembro do ano passado teve uma discussão com uma outra funcionária da atriz, que trabalhava como babá. O episódio foi o estopim para a cozinheira tentar o suícidio. 

“Eu pedi um carro de aplicativo para a Ponte Rio-Niterói, mas o motorista viu o meu estado, eu estava descontrolada, e me levou para um hospital psquiátrico em Piedade (bairro da Zona Norte do Rio). Fiquei internada e tive várias crises. Depois eu pedi para meu marido me tirar dali e eu continuar o tratamento em casa”, conta Adriana.

Ainda de acordo com a cozinheira, a atriz não ajudou ela nem a comprar os remédios. “Os remédios eram caros e estava sem receber, esperando o INSS começar os pagamentos, o que só aconteceu em fevereiro”, declara a ex-funcionária.

Impossibilitada de trabalhar, ela ficou de licença pelo INSS até o dia 7 de julho. Na última perícia no Instituto, Adriana pediu para voltar ao trabalho. “Era uma terapia para mim. Eu amava as crianças, os filhos da Juliana, que eu vi nascer”, disse.

Apta a voltar ao trabalho, a cozinheira ligou para o assistente da atriz que comunicou que ela seria desligada. “Ele disse que ia pedir para o contador fazer a rescisão e ainda disse que gostava muito de mim”.

Adriana das Graças publicou um desabafo em suas redes sociais falando do desligamento. Depois da repercurssão, ainda segundo conta Adriana, Juliana procurou a ex-funcionária.

Aos prantos, Adriana contou que a artista jogou na sua “cara” todas as vezes que ela a ajudou, inclusive disse que já deu um barraco para ela ter onde morar. 

Procurada a assessoria da atriz, nega que o motivo da demissão seja por conta da doença. No comunicado, a equipe da artista informa que foram garantidos todos os direitos à ex-colaboradora.

Veja a nota na íntegra:

“A assessoria de imprensa da atriz Juliana Paes comunica que a acusação feita pela Sra. Adriana das Graças não procede. No último mês de julho, aconteceu, de fato, o desligamento da colaboradora. Juliana e família sempre foram cuidadosos e respeitosos com as questões de cunho pessoal que Adriana passou no período e este jamais seria o motivo para o fim do contrato. Juliana manteve Adriana trabalhando durante anos em tratamento da doença e indo além de suas obrigações como empregadora com ajuda médica e também financeira. A dispensa se deu por outros motivos e foi feita dentro da lei, garantindo todos os direitos à ex-colaboradora. No mais, Juliana não irá se pronunciar novamente sobre o caso”.