treta

Felipe Neto alfineta Filipe Ret após vídeo do rapper jogando fã do palco viralizar

'Tem que se f*der muito', disse o youtuber, após viralizar imagens de Ret empurrando e chutando fã para fora do palco

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

A polêmica envolvendo o vídeo de Filipe Ret empurrando e chutando fã para fora do palco ainda rende. Pouco tempo após as imagens viralizarem nas redes sociais, noite deste sábado (23), Felipe Neto tratou de se manifestar e dar aquela alfinetada no rapper.

“Ídolo que trata fã mal tem que se f*der muito na vida”, escreveu o youtuber, mas sem citar nomes. No entanto, internautas logo entenderam para quem era o recado do influenciador digital.

Após seu comentário, Felipe Neto ainda foi criticado por um seguidor, que comentou que não teria moral para falar de Ret, uma vez que faltou um evento e deixou seus fãs esperando plantados. O youtuber tratou de rebater e explicar o motivo de sua ausência no tal evento citado.

“Por que você fala as coisas sem qualquer responsabilidade? Eu nunca faltei um evento na minha vida. As únicas vezes que não fui, ou foi por motivo grave de saúde ou porque o evento em si foi cancelado pela produção, que foi o que aconteceu em São Paulo, por conta de uma confusão ocorrida pela quantidade de fãs. A polícia proibiu o evento e eu não pude ir, sendo que eu estava em São Paulo só para isso”, explicou ele.

E continuou: “Por favor, tenha um pingo de responsabilidade na hora de contar histórias”, pediu o influencer. Logo depois da justificativa apresentada pelo youtuber, o comentário do seguidor foi deletado.

Filpe Ret se defende

Filipe Ret se manifestou no fim da noite deste sábado (23), sobre o vídeo em que ele aparece dando uma banda e empurrando um fã que invadiu o palco para cima do plateia. Nas imagens, o cantor ainda chuta o rapaz, após o mesmo ter caído nos braços do público que estava à beira do palco. Em seu pronunciamento, Filipe Ret não se desculpou e ainda tentou justificar seu gesto pra lá de radical.

“Eu faço show com energia, com amor e raiva. Geral se empolga e sei que alguns se exaltam além da conta e fazem o que sabem que não deve: invadir o palco. Eu posso tolerar uma invasão com respeito, posso tolerar várias invasões. Neste show foram mais de 20. Quase me machucaram”, começou ele.

Ele disse ainda que sua postura, que rendeu muitas críticas, foi condizente com o desrespeito que sofreu por parte do fã que subiu ao palco sem autorização. “Eu posso até parar uma música no meio e pedir humildemente para não atrapalharem mais o show, o meu trabalho, e não estragarem a vibe de outras milhares de pessoas que só querem curtir o show respeitosamente”, disse ele, que ainda citou que, na verdade, quem teria sido agredido foi ele, e não o fã chutado para fora do palco.

O rapper alegou que reagiu daquela forma como autodefesa. “Quando sou desrespeitado por pessoas… ‘ah, mas são fãs’. Quando você me desrespeita, você perde a moral. Paro o show, digo com toda clareza que estão atrapalhando e me violentando e, segundos depois, alguém age da mesma forma. Quem está sendo agredido sou eu. E minha resposta a essa agressão vira autodefesa. Minha reação com ele foi de uma típica autodefesa. No final, eu não empurro ele, mas o empurro de volta. Com raiva, sim, mas quem nunca, né?”, tentou justificar o cantor.