Fechar
eita!

Felipe Neto alfineta Gusttavo Lima: ‘Uma semana atacado e faz live chorando’

Youtuber só faltou chamar o cantor de ‘frouxo’

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Felipe Neto foi às redes sociais para comentar sobre a live realizada recentemente pelo cantor Gusttavo Lima, na qual ele chora e tenta afastar as informações de que teria ligação com dinheiro público. O sertanejo se pronunciou após ter seus shows com cachês milionários cancelados. Tais apresentações haviam sido contratadas por prefeituras de cidades pequenas e seriam pagas com dinheiro público, que faria falta nas despesas básicas destes municípios.

O youtuber deu aquela breve alfinetada no cantor ao falar do assunto e comparar a forma como Gusttavo vem lidando com as recentes polêmicas envolvendo seu nome. Neto chega a citar outros artistas que, assim como ele, também tiveram que aguentar firme por se opor ao atual governo.

“Sabe o que acho engraçado? Estou há quatro anos sendo massacrado pela opinião pública, Anitta, [Fábio] Porchat, outros artistas. Fui acusado de pedofilia, corrupção de menores, polícia veio na minha casa a mando da família Bolsanaro”, disse Felipe sobre os problemas que enfrentou após criticar o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Aí um cantor sertanejo passa uma semana sendo atacado por se beneficiar de dinheiro público para fazer show e já faz live chorando, falando que vai desistir“, comentou o influenciador, que continuou sua linha de pensamento através de um texto.

Continua após a publicidade

“Esses bolsonaristas não aguentariam meia hora se tivessem que enfrentar tudo que eu, Anitta, Porchat, [Marcelo] Adnet, Luisa e tantos outros temos que enfrentar há quatro anos. E contra nós, eles só usavam mentiras”, escreveu Felipe Neto, se referindo a Gusttavo, já que o cantor é apoiador declarado do presidente Bolsonaro.

Na live citada por Felipe Neto, Gusttavo Lima chorou ao falar de seu caráter e chegou a demonstrar o desejo de ‘jogar a toalha’ e desistir da carreira por conta dos ataques e ‘perseguição’ que vem sofrendo. Ele ainda afirmou nunca ter tido qualquer benefício com dinheiro público. Ele ainda ressaltou que tudo o que tem é fruto exclusivamente de seu trabalho árduo.

“Nunca me beneficiei sobre dinheiro público, empréstimo ou algo do tipo. Minha vida foi sempre trabalhar. Em 2019, fiz quase 300 shows. Temos uma equipe gigantesca. Não compactuo com dinheiro público, pago todos os meus impostos em dia”, afirmou o cantor. “Acho que todos os artistas já fizeram ou fazem shows de prefeituras. É sobre valorizar nossa arte, se o que a gente tem a nossa música, nossa voz, a gente ganha dinheiro com isso”, disse ele.