Fechar
FALOU DE FAMOSA

Fernanda Keulla revela ‘humilhação’ que causou à atriz global

‘As atrizes mandaram flores para ela’, contou a campeã do BBB13

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Fernanda Keulla, ex-BBB e apresentadora, falou ao Vênus Podcast sobre o preconceito que sofria dentro da Globo, por ter participado do reality da própria emissora. “Nós vivemos numa sociedade preconceituosa por si só, então só de você existir vai ter algum preconceito contra você. E a questão do Ex-BBB é muito presente no meio artístico”.

A campeã do BBB13 revelou que sofria rejeição não apenas dos famosos da emissora, mas também das marcas e revistas. “Hoje, o ex-BBB não é mais visto como o lixo que era na minha época, que o Instagram estava começando. Nós não tínhamos moeda de troca. As marcas não queriam me vestir, não queriam me contratar, as revistas não queriam ter ex-BBB nas páginas – mesmo a campeão, e olha que eu saí com uma imagem ótima”, lembrou.

Fernanda ainda afirmou que o preconceito é fomentado pela própria classe artística. Sem citar nomes, a ex-BBB compartilhou uma experiência negativa que viveu com uma atriz veterana da Globo. “No Vídeo Show, a gente tinha um carrinho próprio. Existia uma atriz da velha guarda, muito respeitada, e eu olhei para aquela senhora esperando um carrinho e falei ‘Você vai até a Malhação? Eu vou te dar uma carona’. A senhora entrou no carrinho e eu a levei. Depois ela entrou no camarim da Malhação e falou que não admitia ter ido de carona com uma ex-BBB, que ‘onde já se viu’ uma atriz como ela ter sido transportada, de favor, num carrinho com uma ex-BBB”.

E o ataque de estrelismo não parou por aí. Segundo Fernanda, outras atrizes se compadeceram do ‘sofrimento’ da colega. “Depois disso, as atrizes, que tanto falam em empatia, começaram a apoiar a postura dela e mandaram flores para ela, porque ela pegou uma carona comigo. Ou seja, endossam esse comportamento”, desabafou.

Continua após a publicidade

Puxado, hein? A gente só queria saber o nome dessa atriz. Será que ainda dá tempo de mandar flores? (contém ironia).