Fechar
em família!

Filha de Cauã Reymond e Grazi se declara para a madrasta Mariana Goldfarb

‘Tia Mari, sempre que alguém te chamar de feia, não acredite’, escreveu a pequena Sofia, de 10 anos

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Mariana Goldfarb compartilhou com seus seguidores nas redes sociais, uma cartinha carinhosa que recebeu da enteada Sofia, de 10 anos, filha de Cauã Reymond e Grazi Massafera. A pequena escreveu vários elogios para a esposa do pai e se declarou para a influenciadora digital, que ficou emocionada.

“Sai do Instagram e vai viver a vida! Com muito amor Sosô. Tia Mari, sempre que alguém te chamar de feia, não acredita porque você é tão linda que parece uma borboleta ou uma fada. Te amo muito, eles/elas só estão com inveja porque você já saiu da fase da lagarta e eles não. Beijo, te amo”, escreveu Sofia.

Mariana Goldfarb publicou uma foto do papel e se derreteu para a enteada na legenda: “Amor é tudo de bom, né? Agora vou sair do Instagram e viver a vida. Sabedorias da Sofia”, escreveu ela usando emojis de borboleta e coração vermelho.

Amigos e fãs de Mariana Goldfarb comentaram a situação fofa entre as duas. Uma delas foi a mãe de Sofia, a atriz Grazi Massafera. “Minha menina. Tenho tanto orgulho”, escreveu. A amizade entre Mariana e Grazi sempre chamou a atenção dos internautas, que classificam as duas como ‘maduras’, já que uma é a ex e a outra a atual esposa de Cauã Reymond.

Continua após a publicidade

A jornalista Fernanda Gentil também deixou o seu comentário na publicação. “Meu Deus, que sabedoria”, elogiou. “Não existe presente melhor de Deus que ter enteadas que são como verdadeiras filhas em nossa vida”, falou uma internauta. “Que sensata. E ela tem razão, Mari. Você é uma mulher muito linda, por dentro e por fora”, disse uma outra. “Essa cartinha tem o total de zero defeitos”, opinou ainda ainda uma terceira.

Cauã Reymond já foi preso por roubo: ‘duas noites na cadeia’

Em entrevista ao podcast ‘PodPah’, no YouTube, Cauã Reymond fez uma revelação que acabou chocando que assistia ao bate-papo ao vivo. O ator contou que, no tempo em que esteve morando nos Estados Unidos, chegou a ser detido em Nova Iorque por ter roubado para conseguir se alimentar.

Segundo o ator, o episódio aconteceu no início dos anos 2000, na época em que ele ainda nem era famoso no Brasil e havia ganhado uma bolsa de estudos na cidade. Ele ainda dava aula de jiu-jitsu à noite.

“Trabalhava para caralh*, ganhava 20 dólares só. Tinha que escolher o que eu ia comer. Passei duas noites na cadeia com um amigo por causa de uma caixa de barra de proteína. Meu amigo entrou numa de roubar uma caixa de proteína porque a gente não tinha muita comida”, lembrou.

Ele ainda disse que chegou a alertar ao amigo para não cometer o roubo: “Eu falei ‘não faz isso’. Ele dormiu três noites na cadeia. A gente pagou 100 dólares de fiança. Foi antes do 11 de setembro. Foi em 2000, então não deu nada”, disse ele.

O artista também citou o preconceito que enfrentou no exterior: “Quando você é brasileiro, é bem estranho. Você não é latino, porque não fala espanhol, mas também não é americano. Eu namorei uma menina que era irlandesa, ela me dizia que se fosse me apresentar para o pai dela, eu seria preto. Mas nos EUA eu também não era branco”, contou.