Fechar

EXCLUSIVO Filhas de Gugu, Sofia e Marina Liberato vão deixar a casa da mãe e morar na Califórnia

Sofia e Marina Liberato foram aprovaddas em universidades diferentes

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

As gêmeas Sofia e Marina Liberato, de 18 anos, filhas do apresentador Gugu, que faleceu em 2019, foram aprovadas em uma faculdade no estado da Califórnia. Atualmente morando em Orlando, as irmãs vão deixar a casa da mãe, Rose Miriam Di Matteo. 

Marina vai morar com o namorado, Felipe Lessa, em Los Angeles. A jovem vai cursar Produção de Filme e Administração na “Loyola Marymount University”. 

Sofia também vai morar com o namorado, Gabriel Gavino, só que em outra cidade da Califórnia: Malibu. Ela está matriculada em Administração e Finança na “Pepperdine”.

Recentemente, Sofia Liberato e Gabriel Gravino fizeram um ensaio fotográfico para celebrar a união. “Photoshoot [sessão de fotos] com o meu amor”, escreveu a moçaa na legenda da publicação das imagens românticas. Estudante de Administração de Empresas, Sofia tem 18 anos e é irmã gêmea de Marina. As duas são filhas de Gugu e Rose Miriam de Matteo e o casal ainda tem o primogênito, João Augusto.

Continua após a publicidade

No dia 10 de abril, Rose não deixou passar em branco a data de mais um aniversário de Gugu, que morreu em novembro de 2019 após sofrer um acidente em casa, na cidade de Orlando. “Feliz aniversário papai lindo. Eu e as crianças somos eternamente gratos por todo o amor que recebemos de você! Amor de verdade e muito intenso”, escreveu a mãe dos três filhos do ex-apresentador do SBT e da RecordTV.

Morte de Gugu Liberato

No final do ano passado, Rafael Ilha foi entrevistado por Bruno Di Simone no ‘Na Real’ e contestou a versão oficial da morte de Gugu Liberato – de que ele caiu do sótão ao tentar consertar um ar-condicionado. “Gugu não troca a pilha nem do microfone. Ele não sabe. Quanto mais mexer num sistema de condicionamento de ar. Com certeza tem algo além. Pode ter sido uma fatalidade, independente da situação. Mas falar que o cara subiu? Não foi. Ali foi uma situação passional que houve. Independente da situação, que eu sei qual foi, foi uma fatalidade”, disse o cantor, que conheceu Gugu Liberato nos anos 90, quando fez parte do grupo Polegar,

Rafael ainda afirmou que o real motivo da queda não é segredo entre os artistas que convivam com Gugu: “O mundo artístico sabe. Eu fui um dos primeiros caras a saber o que aconteceu mesmo. Conheço algumas pessoas da família dele. Uma hora a justiça chega”. 

Ele também assumiu que todos sabiam da bissexualidade do apresentador: “Todo mundo sabia do caso dele com o Thiago Salvático. A família dele sabia. Todo mundo sabia que o Gugu era bissexual enquanto era vivo. Todo mundo sabia. Mas ninguém nunca soltou uma notinha dizendo que ele estava em não sei aonde com não sei quem”.