Fechar

EXCLUSIVO Filme de Gretchen que teria direção de Antônia Fontenelle é cancelado

Longa não conseguiu captação de recursos para ser produzido

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Não vem mais aí! A cinebiografia de Maria Gretchen teve seu cancelamento solicitado pela Agencia Nacional de Cinema (Acine). Entre os motivos para o cancelamento está o prazo de captação para recursos para a produção do longa, que venceu no dia 31/12/2019, sem qualquer valor captado.

Sendo assim, o produção não teria como iniciar os trabalhos sem recursos de incentivo. Vale ressaltar que, ao todo, foram pedidos R$ 4,7 milhões para a produção do filme ‘Gretchen – a vida é um rebolado’. O filme abordaria a história de vida da eterna Rainha do Bombum.

O longa seria dirigido pela youtuber Antônia Fontenelle, e chegou a ter seu primeiro teaser divulgado, em outubro de 2019. O lançamento até então estava previsto para 2020. Procurada pela coluna, a assessoria de Gretchen não quis se manifestar sobre o cancelamento.

A protagonista que daria vida à Gretchen seria a atriz Mel Lisboa. O elenco ainda contaria com nomes como Henri Castelli na pele do delegado Silva Neto, ex-marido de Gretchen e pai de Thammy Miranda, além de Nívea Maria, que seria a mãe da cantora, e Tonico Pereira, que interpretaria o pastor que fez sessões de exorcismo na família de Gretchen, quando Thammy abriu sua homossexualidade.

Continua após a publicidade

A sinopse do filme traz alguns dos episódios marcantes da vida da cantora, como a época em que fez filme pornô, a violência que sofreu do pai, Mário Miranda, que descontava nela todas as frustrações, além dos abusos que sofreu dos companheiros que ela se relacionou ao longo dos anos.

O mais grave aconteceu quando a carreira de Gretchen estava no auge, na década de 80. Na época, se casou com o empresário Décio Nascimento, sem imaginar que seria constantemente agredida pelo marido, um homem que foi capaz de alienar o filho Decinho do convívio com a mãe.

A produção cinematográfica também contaria outra fase muito sofrida na vida de Gretchen: quando ela perdeu um bebê em sua gravidez de gêmeos, morando em Pernambuco. Na ocasião, a cantora viu seu bebê morrer em seus braços, poucas horas depois de nascer.

Confira a sinopse:

“Antes de ser a Rainha do Rebolado, antes de ser a Rainha dos Memes e antes de ser convidada pela cantora Katy Perry para estrelar um clipe, Gretchen nasceu Maria Odete Brito de Miranda. Primogênita em uma família de classe média no Rio de Janeiro, ela sempre quis ser cantora e, junto com as irmãs, Sula e Yara, e a amiga Paula, formou o grupo ‘As Mirandas’.

Enquanto fazia sucesso nos programas de TV dos anos 70, Maria Odete sentia na pele a violência do pai, Mário Miranda, que descontava todas as frustrações na filha mais velha. Esse cenário de violência física e psicológica foi uma constante na vida pessoal da cantora, que se apaixonou muitas vezes e, por muitas vezes também, foi vítima de abuso por parte de seus amores.

O mais grave aconteceu quando a carreira de Gretchen estava no auge, na década de 80. Quando se casou com o empresário Décio Nascimento, ela nunca poderia imaginar que seria constantemente agredida pelo marido, um homem que foi capaz de alienar o filho Decinho do convívio com a mãe.

A cantora também sofreu outras perdas dolorosas ao longo da vida. Uma década mais tarde, quando morava em Pernambuco, Maria Odete estava grávida de gêmeos mas um deles não resistiu e morreu em seus braços, poucas horas depois de nascer. Mesmo assim, a cantora nunca desistiu de seguir vivendo.

Maria Odete já fez filme pornô e já foi candidata a prefeita. Já foi evangélica e gravou um dos seus maiores sucessos, Melô do Piripipi, em versão gospel. Já mostrou, já escondeu, e voltou a mostrar o rebolado, que sempre foi sua marca registrada. Em todos esses momentos, porém, ela nunca deixou de se apaixonar e de se reinventar. ‘Gretchen – a vida é um rebolado’ conta a história de várias mulheres em uma só – com todos os conflitos e contradições que uma personagem tão complexa e fascinante pode apresentar”.