Fechar
Não ficou calado

Gabigol é chamado de ‘pipoqueiro’ e debocha dos ataques

Atacante do Flamengo rebate as críticas com número, já que tem sete gols em finais, marca igual a do Zico

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

O Flamengo perdeu a Taça da Supercopa do Brasil nos pênaltis para o Atlético-MG, neste domingo (20), após um empate de 2 a 2 no tempo normal. Principal cobrador rubro-negro, Gabigol foi criticado por não ter batido nas cobranças alternadas e acabou sendo chamado de ‘pipoqueiro’. Como o atacante não é de deixar barato as provocações, o ex-cunhado de Neymar debochou dos ataques.

‘Pipoqueiro (risadas). Com essa camisa em finais quem tem mais gols sou eu e o Rei”, postou o camisa 9 da Gávea após uma publicação do clube com a estatística de que ele e Zico, o eterno Rei do Flamengo, têm sete gols em grandes finais do clube.

Em outro post, uma torcedora, que não foi a assistente desta coluna, escreveu: “A decisão não foi errada dele, não! O Hulk fez e o Vitinho se garantiu para cobrar. O Gabi, com certeza, esperava o erro do Galo para ele decidir, já que nunca erra!”. Gabigol concordou e respondeu: “Alguém inteligente, graças a Deus”.

“Eles gostam de uma polêmica. Agora se dá certo, todos seriam o inventor do futebol”, acrescentou Gabigol em outra publicação. Esta humilde colunista, que entende de futebol, só acha que no lugar de criticar Gabigol, os torcedores deveriam cobrar mais treinos dos jogadores que isolaram a bola quase fora do estádio nas suas respectivas cobranças. Tem que colocar o pé na forma, minha gente!

Continua após a publicidade

Tags Relacionadas: