ExclusivoGizelly Bicalho fala sobre sua luta diária contra a ansiedade e depressão: ‘Sensação de morte’

A ex-BBB também falou sobre o seu trabalho de conscientizar e ajudar mulheres que são vítimas de violência doméstica

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Em entrevista exclusiva para a coluna, Gizelly Bicalho, ex-participante do BBB 20, falou sobre sua luta diária contra a depressão e a ansiedade. Recentemente, a advogada criminalista fez um longo desabafo em suas redes sociais. Agora, ela revela que tem feito diversos tratamentos para vencer os transtornos. 

“Faço uso de medicação terapia, terapia corporal, acupuntura, massagens para relaxar, procuro estar com pessoas que me fazem bem, o que é importante também, e não consumo bebidas alcoólicas. Se eu voltar a beber vai ser muito pouco, porque o álcool, no outro dia, faz você ficar mais depressiva que estava antes”, contou para a coluna durante sua presença no São João da Thay. 

A advogada relata que já sofria com depressão e crises de ansiedade antes de participar do Big Brother Brasil. “Fui para o reality não tomava mais remédios, e sai bem pior do que a primeira vez “, comenta. 

No bate-papo franco, ela afirma que o quadro piorava nas festas de final de ano. Com isso, mudou de médico na tentativa de virar essa página. “Um mês atrás, eu mudei de psiquiatra e de medicamentos para poder controlar essa minha ansiedade, porque ela que gera a depressão em mim”. 

Bicalho afirma que teve diversas crises de ansiedade de forma repentina e intensa. “De chegar a fechar a glote, ter aquela sensação de morte de não conseguir respirar'”, disse. 

O que causa uma piora nos sintomas é a exigência que ela faz de si mesma por conta do trabalho de influenciadora. “Eu me cobro muito, eu sempre exijo mais de mim. E, às vezes, você lê mensagens no Instagram que causam mais ansiedade para uma pessoa que já se cobra como eu. Às vezes você não está em uma semana produtiva, e como eu quero sempre está produzindo quando eu não consigo, eu fico mal”, expõe. 

Gizelly está entre o seleto grupo de ex-BBBs que não abandonaram as carreiras que tinham antes do programa para viver da internet ou do meio artístico. Ela concilia a profissão de advogada com a de influenciadora. 

“Atualmente, estou toda semana fazendo post sobre violência contra mulher, dentro da advocacia criminal. Eu escolhi essa área para poder atuar e falar. Agora vou voltar a advogar mesmo no escritório. Porque o pós-BBB foi aquela loucura. Agora eu já consegui adaptar minha vida, os meus trabalhos, entendi como é essa vida de influenciadora, vou poder voltar a advogar e não só exercer a advocacia através de palestra, cursos e nas redes sociais”, adianta. 

Durante a infância, a influencer presenciou a mãe apanhar do seu pai durante anos. Esse é um dos motivos que levaram a influenciadora a ser empenhada na conscientização e ajuda de mulheres que são vítimas de violência doméstica.

“Minha mãe foi vítima de violência doméstica a vida inteira enquanto esteve casada com meu pai. Ela apanhava dele ainda grávida de mim. 15 dias depois que eu nasci, ele voltou a bater nela e bateu até o dia que ele morreu. Só nesse dia que não apanhou. A violência sempre esteve presente na minha vida. A criança que está ali, é vítima junto. Os traumas são para o resto da vida”, desabafou. 

Ela acredita que ajudar outras mulheres seja uma missão em sua vida. “Levo vídeos informando as novidades na justiça de proteção à mulher. Agora, por exemplo, tem um número de WhatsApp em que a mulher pode fazer denúncias através desse canal. Isso facilitou, porque ela pode mandar um pedido de socorro por ali, divulgo os números para ligar o 190, o 180. E às vezes, você vive uma violência psicológica e não sabe. Eu faço vídeos para isso: ‘olha se ele fala que quer cuidar de você, mas te afasta da sua família, dos seus amigos, isso pode ser uma violência psicológica. 85% das mulheres que são violentadas hoje, elas sofrem a violência psicológica, porque primeiro ele tenta te afastar de tudo e de todos, destruir a sua autoestima para depois ele te bater.  Ele não chega te dando pancada”, finaliza.