Fechar
DETONOU

Guta em ‘Pantanal’, Julia Dalavia critica Bolsonaro: ‘Me faz sofrer’

Em entrevista à Marie Claire, a atriz conta se identifica com pautas progressistas

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Em entrevista à revista Marie Claire, publicada nesta quinta-feira (22), Julia Dalavia, a Guta de “Pantanal”, defendeu a importância de um artista se posicionar politicamente. Por isso, deixou explícito o que pensa sobre o governo Bolsonaro.

“Estamos com um governo que eu não tenho palavras para descrever, me faz sofrer e me deixa traumatizada todos os dias”. Ela ressaltou a necessidade de não permitir que o presidente Jair Bolsonaro, candidato pelo PL (Partido Liberal), seja reeleito. “Temos que tirar esse cara [o Presidente da República Jair Bolsonaro, PL] do governo”.

A atriz, de 24 anos, também falou sobre sua personagem. Guta é um contraponto de personagens com condutas conservadoras, como os próprios pais, Tenório (Murilo Benício) e Maria Bruaca (Isabel Teixeira), o que acaba gerando conflitos. 

“O que acontece é que, por ter tanto conhecimento, Guta acaba não sabendo se comunicar com as pessoas que possuem níveis distintos de realidade e subjetividade. Falta essa habilidade”, disse na entrevista.

Continua após a publicidade

Na trama, Guta também está sempre abordando temas que, somente agora, são amplamente debatidos na sociedade, como o feminismo e o uso da terra. No entanto, Julia não enxerga Guta como um bastião da moralidade.

“Existem várias Gutas por aí e elas não são perfeitas. Ela está tentando trazer uma melhora para o mundo”, enfatiza Julia, que buscou a preparação para a personagem nela e em pessoas ao seu redor.

“Guta é muito próxima de amigas minhas e de mim também. Ela tem um pensamento progressista com o qual eu me identifico e que amigos meus também. É uma menina que acabou de sair da faculdade: ela é superacadêmica e vem do centro dos debates. Os assuntos estão muito frescos em sua cabeça e ela entra em contato com essa outra realidade de uma forma muito abrupta”, finaliza.