Fechar
andando armado

Henrique, dupla de Juliano, deixa pistola carregada em quarto hotel. Veja foto

Armamento estaria registrado em nome do cantor, que tem porte de arma e registro legal da mesma

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

No último sábado (11), funcionários de um hotel em Americana, no interior de São Paulo, foram surpreendidos ao entrar no quarto do sertanejo Henrique, que faz dupla com Juliano. Enquanto arrumavam o espaço usado pelo cantor, eles encontraram uma pistola carregada e um coldre.

De acordo com as primeiras informações, o armamento está registrado em nome do sertanejo, que possui porte de arma e registro legal. Ele estava hospedado no local após ter se apresentado, ao lado de Juliano, na tradicional Festa do Peão de Americana, na última sexta-feira (10).

Após terem se deparado com o armamento, os funcionários acionaram a Polícia Militar. Segundo o site local ‘Todo Dia’, um homem teria ligado para o hotel e se identificado como tenente coronel do estado de Goiás e afirmado que seria o segurança da dupla sertaneja.

Ainda de acordo com a publicação, o tal homem teria alegado que havia esquecido a pistola em um dos quartos. Minutos depois, os funcionários do hotel teriam recebido outra ligação, mas desta vez, de outro homem, que teria afirmado que seria um capitão da Polícia Militar do Estado da Bahia.

Continua após a publicidade

Nenhum dos dois homens que ligaram enviaram ao hotel qualquer documentação que comprovasse que eles seriam ligados às forças policiais, ou documentos que provassem que a pistola estaria legalizada.

A equipe de Henrique e Juliano ainda teria entrado em contato com os policiais que atenderam ao chamado do hotel, pedindo para que entregassem a pistola para um piloto de jato particular, que realizaria um pouso no Aeroporto Municipal de Americana para buscar a arma.

Mas segundo a publicação, a PM se negou a entregar o armamento, tendo em vista que, de acordo com a lei, é necessário o porte de arma para o transporte, além da comprovação de propriedade e registro da arma.

A arma, o coldre e as munições foram levados para a Central de Polícia Judiciária, que registrou a ocorrência. Após o registro da ocorrência, a pistola teria ficado apreendida e seria entregue apenas ao proprietário ou responsável que apresente a documentação necessária.

Procurada pela coluna, a assessoria de Henrique emitiu um comunicado e negou as informações de que a arma teria sido apreendida pela Polícia Militar. Disse ainda que o armamento já está novamente em posse do sertanejo. Confira:

“O cantor seguiu para o show de Pedro Leopoldo/MG, com programação de voltar para Americana/SP devido a um compromisso pessoal. Por este motivo a arma ficou em segurança junto a outros itens pessoais no hotel em que estava hospedado.

Com a mudança de planos, Henrique tomou o cuidado de avisar o hotel, através de sua equipe, sobre a arma em seu quarto e, pediu para um policial retirá-la. Assim, estaria sob os cuidados de um agente de segurança e não de uma pessoa sem capacidade técnica para porta-la, evitando extravio.

Vale lembrar que um membro de sua equipe ainda estava hospedado, mesmo assim o cantor preferiu que a arma fosse retirada por uma pessoa capacitada.

Henrique também é competidor em algumas modalidades de tiro. Portanto, sempre que possível, dedica um tempo para treinar em locais adequados. Inclusive, no próximo domingo, 19 de junho, ocorrerá a etapa estadual em que irá competir.

Ressaltamos que Henrique possui porte legal e a arma está devidamente registrada. Tanto Henrique como Juliano fazem questão de divulgar o esporte e o equipamento da maneira correta. Eles seguem pontuando, treinando e disputando assiduamente. 1º , 2º 3º e 5º em etapas e modalidades diferentes, são alguns dos resultados obtidos”.

Veja a foto do armamento:

A arma de Henrique encontrada pelos funcionários do hotel (Reprodução)