momento de tensão

Irmã de Pétala Barreiros sofre tentativa de assalto e tem carro atingido por tiros

Yanca Barreiros relatou o ocorrido nas redes sociais e agradeceu pelo carro ser blindado

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Yanca Barreiros, irmã de Pétala Barreiros, usou as redes sociais na tarde desta terça-feira (28), para relatar que ela e seu pai, Altamir Barreiros, sofreram uma tentativa de assalto enquanto estavam dentro do carro. A influenciadora contou que um homem saiu de um veículo que fechou o dela e apontou uma arma. Ao lembrar que o carro era blindado, o pai de Yanca fugiu e o bandido atirou três vezes .

“Gente, eu tô em choque! Acabaram de tentar assaltar a gente. Deram três tiros no carro. Eu tô tremendo. Faz cinco minutos. Glória a Jesus, o meu carro é blindado. Vou mostrar pra vocês. Ele deu três tiros no carro, eu não tô acreditando”, disse ela mostrando as marcas de tiro no carro.

Yanca Barreiros contou que isso nunca tinha acontecido com ela e que estava em choque. “Ele deu um tiro no lado do meu pai. Ele parou e deu um tiro”, disse ela. “Gente, juro, nunca aconteceu isso comigo, nunca vi arma apontada na minha vida. A gente veio correndo na polícia, estamos com a polícia aqui, eles foram atrás deles. Acabou de acontecer”, completou.

A influenciadora explicou como tudo aconteceu e revelou que o bandido tirou um arma de dentro de uma mochila infantil. “Eu vi a arma na minha cara. Glória a Jesus que nosso carro é blindado e eu tava com meu pai, porque eu não ia saber o que fazer. A gente tava indo, perto da minha casa, dois carros fecharam a frente do nosso carro, desceu um cara que tirou a arma de uma mochila de criança e apontou a arma na nossa cara. Meu pai começou a trancar o carro, que j´a estava trancado, graças a Deus”, contou.

Yanca Barreiros continuou: “Aí o cara começou a falar, eu falei: ‘pai não abre, o carro é blindado’. Quando meu pai acelerou, ele deu um tiro no meu pai e a gente saiu vazado e ele deu vários tiros no carro”.

Em seguida, Yanca filmou o pai e pediu para ele explicar. Ainda incrédulo com a situação, ele afirmou que era até complicado contar o que tinha acontecido. “É dificil de explicar. Quando ele veio aqui, eu lembrei que o carro era blindado, joguei pra direita, sai do carro que estava cercando a gente, sai correndo e ele deu três tiros. Foi pra matar. Deus é grande, filha”, finalizou.

Yanca Barreiros ainda mostrou mais fotos de como ficou o carro após os disparos feitos pelo criminoso. Nas fotos, foi possível ver as marcas de tiro no vidro do lado do motorista, no vidro traseiro e nas laterais do veículo.