Fechar
se posicionou

Isadora Pompeo sai em defesa de Bruna Karla após polêmica: ‘vamos nos unir’

Sem citar nomes, a cantora disse estar se estressando com quem diz como os cristãos devem agir

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Isadora Pompeo usou as redes sociais para falar sobre a polêmica envolvendo as falas homofóbicas de Bruna Karla, em um podcast na última semana. Sem citar nomes, a cantora disse que está se incomodando com pessoas que não são cristãs, ditando como eles devem agir. Além disso, ela disse que a classe precisa se unir e não se calar por conta da mídia e das opiniões contrárias.

“Vou falar uma coisa que está me estressando… É ver um monte de gente que não é cristã, que não tem vida com Deus, vindo falar de como um cristão deve agir. Uma pessoa que não é crente, que não lê a bíblia, que não tem uma vivência diária com o Espírito Santo querendo ensinar crente como se posicionar. Isso está errado”, começou dizendo ela nos stories do Instagram.

Isadora pediu que os cristãos não se calem. “Se você é cristão e me acompanha aqui, se você tem uma vida de oração, bíblica, se Jesus tem falado com você, nós sabemos como Jesus agiria, nós sabemos como Jesus faria… Não se deixe calar pela mídia, pelas opiniões contrárias, seja prudente em tudo que você fala. Fale com amor, com respeito, mas não se cale porque é isso que eles querem, eles querem que a gente se cale, mas não vamos nos calar”, continuou.

Isadora Pompeo seguiu falando que os cristãos precisam se unir e apoiar um ‘irmão’ quando alguém atacá-lo. “Se tem uma coisa que o mundo dá de dez à zero na gente é em união, eles sabem se unir, eles sabem fazer o barulho deles. E a gente, quando um cai, o outro está lá aplaudindo. Isso não existe. Nós não vamos mais fazer dessa forma, se dói em um irmão, tem que doer na gente. Se feriu um irmão nosso, a gente tem que se preocupar. Vamos nos unir”, pediu.

Continua após a publicidade

Antes de finalizar, Isadora Pompeo disse que o cristão que é sério, segue a bíblia e quem perguntar, vai ter resposta. “Você não vê a gente indo lá falar mal de outras religiões, então parem de falar do cristianismo. O cristão que é sério, ele segue a bíblia, ele sabe que ele tem que se arrepender do que faz, sabe que tem que agir como Jesus, sabe que a violência verbal, física, não é o caminho. Mas ele sabe que existe uma verdade, que existe uma justiça e não vai se calar. Se você não compactua, não precisa ficar indo no perfil e vendo o que ele acredita. É nossa fé, é a verdade que a gente vai pregar. E pra quem perguntar, vai ter resposta”, terminou.