Fechar
artista sim

João Vicente defende Juliette e dispara: ”respeito é obrigatório”

”Sou fã! Gostar é facultativo. Respeitar é obrigatório”, disse o ator.

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Na tarde desta segunda-feira (16), um comentário da atriz Samantha Schmütz, sobre Juliette Freire, deu o que falar na internet. A atriz questionou se a ex-BBB é uma artista, o que não caiu nada bem e logo depois da repercussão, alguns famosos saíram em defesa da campeã do BBB 21, entre eles, João Vicente.

”Gostar é facultativo. Respeitar é obrigatório”, postou o ator, afirmando ser fã de Juliette. A polêmica começou após uma declaração feita pela cantora no programa ‘Altas Horas’, ao ser questionada sobre o posicionamento em relação à política, economia e temas que envolvem a sociedade. ”Acho que a gente, como artista, tem a obrigação”, disse ela.

Uma página, do Instagram, compartilhou a fala de Juliette e a atriz, Samantha Schmütz deixou um comentário para lá de irônico no post: ”Acho ótimo se posicionar, mas ela é artista?”.

Além de João Vicente, outros artistas também defenderam a ex-BBB. A atriz, Alice Wegmann compartilhou sua opinião sobre o assunto: ”Não é porque alguém não gosta da arte de uma pessoa, que isso faz ela não ser artista. Juliette é artista, sim. Pode ter se descoberto há pouco, mas é”, disse.

Continua após a publicidade

Ingrid Guimarães compartilhou o trecho da fala de Juliette e deu sua opinião

Ingrid Guimarães saiu em defesa de Juliette Freire, após uma polêmica se instalar nas redes sociais nesta segunda-feira (16). A atriz publicou um vídeo com o trecho da fala da ex-BBB, durante o programa ‘Altas Horas’, onde ela afirma ser importante que artistas manifestem suas opiniões políticas.

“A genial Nina Simone, tem uma fala que diz ‘como pode você ser artista e não refletir seu tempo?’. Achei incrível essa reflexão de uma artista tão popular como a Juliette. Eu sempre achei que tudo que o público me deu ao longo desses anos, me fez e faz acreditar, que a função de um artista não é só aparecer e viver financeiramente disso”, começou escrevendo Ingrid.

Ela continuou: “Somos também cidadãos e temos vozes. Ser artista vai muito além do que ser famoso. Levamos discussões sérias (mesmo que através do humor) ,criamos reflexões através de um texto, uma expressão, uma dança, música, imagens, telas… Damos voz também a quem não tem voz . Ser artista é acima de tudo, ser humano! (Obs: isso não é um julgamento, somente minha visão)”, finalizou a atriz.