Fechar
MP está fora!

Justiça suspende investigação contra Safadão por furar fila da vacinação

Ministério Público está proibido de avançar com as investigações

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

A investigação criminal do Ministério Público do Ceará (MPCE) que apura a vacinação irregular contra a Covid-19 do cantor Wesley Safadão, da mulher dele, Thyane Dantas e da produtora do cantor, Sabrina Tavares, foi suspensa a pedido do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

Sendo assim, há uma proibição para que o Ministério Público avance com investigação contra os três ou faça qualquer “ato persecutório”, como apresentar uma denúncia, por exemplo.

A juíza responsável pela decisão justificou que o mérito do caso deve ser analisado pela 2ª Câmara Criminal, que reúne quatro desembargadores, e vai decidir se tranca o processo definitivamente ou não. Até lá, o procedimento está suspenso.

Já os processos que apuram condutas dos demais investigados, que atuavam como servidores do município ou prestavam serviços durante a vacinação, seguem em andamento. As informações são do Portal G1.

Continua após a publicidade