que feio!

Linn da Quebrada prega igualdade, mas dá show de estrelismo em evento

Ex-BBB foi deselegante e desrespeitosa com a imprensa

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Esta coluna de seis leitores não pode deixar passar despercebido o total despreparo e falta de respeito de Linn da Quebrada em seu relacionamento com a imprensa. No São João da Thay, evento em que a ex-BBB marcou presença, ela deu um verdadeiro show de estrelismo, apesar de fazer questão de dizer por aí que prega pela igualdade e quebra de preconceitos. Pois bem.

No jantar pré São João da Thay, Lina e sua equipe ficaram selecionando quais veículos ela daria entrevista, de acordo com o número de seguidores que eles possuíam nas redes sociais. Até aí, apesar de ser deselegante da parte dela filtrar desta forma, uma vez que todos os veículos convidados estavam ali exatamente por terem alguma relevância, é um direito dela falar com quem quisesse.

Mas feio mesmo foi o que ela fez com dois repórteres, sendo um eles desta coluna. Após verificar que o número de seguires ‘era ok e até ia’, saiu do local deixando os jornalistas plantados, dizendo que iria apenas ao banheiro, mas não voltou mais. Que coisa feia com os profissionais que estavam ali trabalhando… Mais honroso seria apenas dizer que não gostaria de dar entrevistas.

Mas para uma subcelebridade que acaba de sair de um reality show e que sim, depende de holofote para não cair no esquecimento, afinal, antes do BBB, pouquíssimos sabiam quem era Linn da Quebrada’, aqui vai um valioso conselho: aprenda com grandes artistas, como o Tony Ramos, por exemplo. O veterano respeita a imprensa e faz questão de atender a todos que solicitam uma entrevista, até mesmo o site regional com números limitados de acessos e quase ninguém conhece. O ator não só atende, como também faz questão de falar diretamente com os repórteres.

Por tamanha humildade de saber quem é, e mesmo assim manter os pés no chão, é que Tony Ramos é e sempre será um artista gigante. Quanto à Linn da Quebrada, já já vem um novo BBB por aí e, até lá, você pode acabar igual a Jakelyne e o Mariano, que quando saíram da ‘Fazenda’, da Record, ficaram negando entrevistas a troco de nada e, agora, no próprio São João da Thay, foram ignorados pelos jornalistas lá presentes, pois já não estão mais em ascensão. Mas a culpa não é totalmente deles por terem escolhido um ‘assessor’ de carreira que se acha a última bolacha do pacote e que também não sabe lidar com a imprensa.