Fechar
modo sincerona ativado!

Mãe de Gabriel Medina abre o jogo e detona relação do filho com Yasmin Brunet

‘Eu sabia que não ia durar’, disparou Simone Medina em entrevista para o ‘Domingo Espetacular’, que vai ao neste domingo (8)

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Já é de conhecimento público que Simone Medina, mãe de Gabriel Medina, e Yasmin Brunet não se bicavam. Aliás, o rapaz e a matriarca da família se afastaram, após brigas envolvendo o ex-relacionamento do surfista. Mas, Simone quebrou o silêncio e abriu o jogo sobre os problemas com a ex-nora.

“Eu sabia que não ia durar, entendeu? Eu mesma falei e ele sabe, que eu dava até dezembro pra terminar tudo. Gabriel, ele é intenso em tudo. Ele é intenso no apaixonar, ele é intenso na hora que ele não quer mais, ele deleta. Ele é intenso. Eu conheço. E paixão acaba. Entendeu? Não era amor”, afirmou Simone Medina, em entrevista para o ‘Domingo Espetacular’, que vai ao neste domingo (8).

Durante a conversa com a repórter Fabiana Oliveira, da ‘Record TV’, Simone Medina ainda falou sobre a saudade do filho, de quem está afastada há quase um ano, e contou sobre a vida simples e difícil antes do sucesso do surfista. Além disso, ela avaliou o seu papel na relação com o filho, apesar dos conflitos. “Eu sou mãe, sou a parte madura do negócio. Eu não posso agir como criança”, falou.

Ainda neste domingo (8), o ‘Domingo Espetacular’ também encontrará dona Ruth, mãe de Marília Mendonça, que morreu no dia 5 de novembro de 2021, aos 26 anos, em um acidente de avião. Ela fala da emoção de passar a data sem a filha pela primeira vez e revela como tenta seguir adiante apesar da enorme perda.

Continua após a publicidade

“Lembrar dela é lembrar com alegria sabe, de tudo que ela fez, que ela deixou o legado”, disse dona Ruth, que completou: “Todos os dias que eu abro o olho, eu lembro que eu estou sem a minha filha e aí eu preciso buscar muita força em Deus pra sair do meu quarto inclusive”.

Nesta semana, dona Ruth também deu uma entrevista para a ‘Revista Caras’ e falou sobre a data. “É meu primeiro Dia das Mães sem ela, virão lembranças, mas não vai deixar de ser um dia alegre com as mães que eu homenageio, porque tem a vovó do Léo de lá [parte de pai], tem a minha sogra, tem a minha pastora, tem muitas mães guerreiras que eu quero homenagear nesse dia… E com as lembranças dela, que sempre foi uma boa filha, uma boa mãe. É meu primeiro Dia das Mães sem ela, mas eu estou aqui na força que eu busco de Deus todos os dias”, disse.

Ainda na entrevista, ela deixou um recado para outras mães que também perderam seus filhos. “É muitas mães sem seus filhos nesse Dias das Mães, mas a gente precisa se manter forte porque tudo é Deus que escolhe que jeito vai ser. A gente pode dar continuidade na vida, trabalhando, ocupando a cabeça, e usar a dor de uma forma para se beneficiar… Ou você abraça a dor e vai adoecer, perder sua paz, ou você se fortalece em Deus”, falou.