Fechar
abriu o coração

Marido de Jojo revela por que não convidou o pai para o casamento: ‘exemplo negativo’

Lucas Souza conta que chegou a ser ameaçado pelo pai

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Lucas Souza, marido de Jojo Todynho, finalmente se pronunciou, após seu pai biológico, Renato Souza, ter vindo a público dizer que não foi convidado para o casamento do filho. Segundo o oficial do exército, o caminhoneiro não é exemplo de bom pai.

“Ele é meu pai biológico, mas não é o cara que me criou. Fui criado exclusivamente pela minha mãe, tanto eu quanto meus dois irmãos. O senhor Renato tem histórico de alcoolismo, drogas, e é um exemplo negativo como pai. Graças a Deus eu e meus irmãos fomos criados longe desse homem e a gente só teve a educação da minha mãe”, começou ele.

Ainda segundo Lucas, sua mãe sofreu nas mãos de seu pai biológico por 12 anos “Esse homem teve um relacionamento de 12 anos com a minha mãe. Doze anos de tortura, de um relacionamento abusivo, 12 anos de esfaqueamento e 12 anos de agressão. Pai é quem cria, não quem vai pra mídia querer expor o filho. Não vou expor aqui as mensagens que ele me mandou, falando que ia acabar com a minha vida. Pra vocês terem uma ideia, esse camarada está até com um empresário marcando entrevista. Ele quer palco, quer mídia”, contou.

Apesar do histórico negativo do pai, Lucas afirma que este não foi o motivo para ele ter ficado de fora da cerimônia. “Ele nunca apareceu na minha vida. Ele não foi chamado pro casamento porque, primeiro, a minha mãe tem uma medida protetiva contra ele. Conversei com minha mãe e perguntei: ‘posso chamar ele para o casamento? A senhora vai se sentir confortável?’. Ela me respondeu ‘não vou me sentir confortável, mas quero que você chame, porque ele é seu pai'”, disse.

Continua após a publicidade

O rapaz ainda revelou que Renato quis se meter em sua lista de convidados. “Liguei, mandei convite… Aquelas caixinhas que eu e Jojo mandamos para todos os convidados e padrinhos, eu mandei pra ele. Esse camarada começou a chamar pessoas que não têm nada a ver, que eu não conheço. Que eu morei em um determinado local, mas que eu não conheço. Começou a chamar amigos dele, amigos inclusive que utilizavam drogas com ele, que durante minha infância eu era incentivado a usar drogas por esse pessoal”.

“E no meu casamento eu só chamei pessoas próximas, que eu realmente gosto. Não vou ficar fazendo casamento pra ficar chamando parente distante que eu não conheço, que nunca me manda mensagem. Chamei ele com o respeito pelo fato de ser meu pai biológico, mas ele não foi o homem que me criou”, completou Lucas.