Fechar
projeto 'todos os cantos'

Marília Mendonça já expôs que prefeituras recusaram seus shows gratuitos

‘Se estivéssemos pedindo dinheiro, eu entenderia’, desabafou a cantora, em 2019

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Em meio à polêmica envolvendo os cancelamentos de shows de sertanejos pelo país, devido às contratações dos mesmos por altíssimos valores que seriam pagos por prefeituras de cidades pequenas, algumas publicações antigas do Twitter de Marília Mendonça foram resgatadas pelos fãs da cantora.

Em 2019, a saudosa artista, que morreu em novembro do ano passado, vítima de um acidente aéreo, reclamava de ter portas fechadas em sua cara pelo poder público, que não aceitava seu projeto social de levar seus shows, de forma gratuita, para todos os cantos do país.

“O projeto ‘Todos os cantos’ é feito todo de boas intenções, pena que não é valorizado por quem mais deveria valorizar: os próprios líderes da cidade e de estado que tem sua casa exposta e valorizada pro mundo todo e SEM INCENTIVOZINHO, hein? difícil!”, reclamou a artista, à época.

E continuou seu desabafo: “Se estivéssemos pedindo dinheiro, eu entenderia. agora: ei, quero valorizar o turismo na sua cidade, trazendo um show grátis pra sua população, posso? Porta na cara! não fazem e não deixam que façam! Ok… Aqui a luta não para”, completou a cantora.

Continua após a publicidade

A ‘porta na cara’ citada pela cantora ocorreu após uma apresentação gratuita dela em Belo Horizonte. O show reuniu milhares de pessoas em 7 de outubro e teve brigas, lesões corporais e arrastões registrados pela PM.

Na ocasião, a assessoria de Marília Mendonça chegou a enviar um comunicado se desculpando pelos imprevistos. “Marília lamenta profundamente os fatos relatados e reforça que o projeto é uma maneira de retribuir ao seu público, através do show gratuito, o carinho que recebe dos fãs”, disse a produção da cantora.

O projeto ‘Todos os Cantos’, comandado por Marília Mendonça, teve shows surpresa em diferentes captais do país, que começaram em agosto de 2018, em Belém. A cada cidade visitada, ela gravava o clipe de uma música nova, que era lançada depois como single.

Escândalo envolvendo dinheiro público e sertanejos

Gusttavo Lima está entre os artistas que tiveram shows cancelados por ter altos cachês, que seriam pagos por prefeituras dos interior. Ao menos duas apresentações do cantor foram suspensas, sendo uma delas a que seria realizada na Festa da Banana, no município de Teolândia, na Bahia.

O show foi cancelado após decisão do Superior Tribunal de Justiça, que atendeu pedido do Ministério Público por suspeitas de irregularidades na contratação, uma vez que somente o cachê de Gusttavo Lima era de cerca de R$ 700 mil. O caso está sendo investigada pelas autoridades competentes.