Fechar

EXCLUSIVO Empresa vence ação contra Matheus, dupla com Kauan

O cantor já recorreu da decisão que o condenou a pagar quase R$ 40 mil

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

A Justiça de São Paulo condenou, em primeira instância, o cantor sertanejo Matheus, dupla com Kauan, a indenizar uma empresa de materiais de construção. A decisão é do juiz Lucas Borges Dias, da 1ª Vara Cível de Barueri, São Paulo.

Na ação, movida apenas contra Matheus Aleixo, o responsável por uma empresa afirmou que forneceu revestimentos cerâmicos para a casa do artista, no valor total de R$ 108.696,32, contudo, uma parte deste valor, R$ 39 mil, seria paga por meio de publicidade em uma feira, que o famoso faria em favor dela, mas, segundo a empresa, não teria acontecido, e acionou a Justiça.

Em defesa, Matheus explicou que estava realizando uma reforma em sua residência, ocasião em que buscou a empresa para fazer as compras de materiais de construção, e disse que apenas uma parte do valor das compras realizadas seria paga em dinheiro, e a outra, estava combinada para ser acertada com a publicidade.

Matheus, da dupla Matheus e Kauan (Foto: Reprodução/Instagram)

O cantor ainda devolveu alguns produtos adquiridos, no valor de R$ 27 mil. Ele alega que foi a empresa que decidiu descumprir o combinado e proceder com a cobrança judicial do crédito de  publicidade “backdrop” [que ele iria cumprir], em dinheiro.

Continua após a publicidade

Na sentença, o magistrado considerou que não havia clima favorável para se resolver de forma amigável. “Desta forma, acreditar que há clima favorável para uma composição amigável a respeito do formato de tais serviços é ignorar a realidade”, disse em um trecho da decisão.

A Justiça considerou ainda, que era necessário fazer a conversão da obrigação em perdas e danos. “Tudo isso a demonstrar a necessidade de efetiva conversão da obrigação em perdas e danos”, finalizou o magistrado. O cantor foi condenado a pagar R$ 39.228,19 e, ainda, 10% do valor da causa a título de honorários advocatícios.

O sertanejo entrou com recurso de apelação.

Matheus e Kauan processam construtora e pedem 1,7 milhão

Os irmãos Matheus e Kauan movem um processo contra um empresário, dono de uma construtora. Eles alegam que, na parceria firmada, receberiam imóveis da empresa, e como o contrato teria sido descumprido pela contratante, cobram uma indenização no valor de R$ 1,7 milhão.

Matheus e Kauan processam construtora e pedem 1,7 milhão (Foto: Reprodução)

Mas ao se defender no processo, a empresa disse que houve uma quebra de confiança entre as duas partes. Segundo consta na defesa da empresa acionada pelos famosos, o cantor Kauan teria realizado um outro negócio com a empresa, e comprado uma Mercedes Benz da construtora no valor de R$ 250 mil, e supostamente pago com cheques sem fundo e em nome de terceiros. Posteriormente, após um boletim de ocorrência junto a delegacia, o intérprete do hit “Que sorte a nossa” teria pago.

Em primeira instância, os artistas perderam a ação, e foram condenados a pagar 10% de honorários advocatícios sobre o valor da causa. Os músicos entraram com recurso.