Fechar

EXCLUSIVO Miss Bumbum vai à Justiça contra Raissa Barbosa após rescisão contratual por barraco

Organização do concurso alega descumprimento de contrato da parte da modelo para não ter que pagar duas últimas parcelas do cachê dela

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

A organização do Miss Bumbum Brasil entrou com uma ação de rescisão contratual contra a ex-embaixadora do concurso, Raissa Barbosa. Os advogados do concurso alegam que as partes firmaram contrato particular de participação artística em 26 de janeiro de 2022, por meio do qual Raissa se transformou na apresentadora e garota propaganda do concurso.

Mas a defesa sustenta que Raissa não estava cumprindo com as suas obrigações conforme o esperado, principalmente em relação à elaboração de material publicitário, ou seja, a produção de vídeos e mídias divulgando o evento. Insatisfeita com a situação, a organização do concurso chegou a enviar, no dia 07 de abril de 2022, uma mensagem eletrônica para Raissa Barbosa informando seus atrasos e descumprimentos.

Também foram enviadas mensagens para a modelo, por meio do aplicativo WhatsApp, dizendo o seguinte: “Os atrasos nas entregas estão prejudicando o andamento das inscrições”. Após receber a mensagem, Raissa foi direta ao afirmar que, naquele momento, estava viajando a trabalho e que havia avisado sobre tal compromisso. Pontuou que a empresa atrasou os seus pagamentos e que, até isso acontecer, ela estava cumprindo com seus deveres conforme o combinado.

Em um tom um pouco mais grosso e áspero, a modelo ainda sinalizou que o contrato com o Miss Bumbum não é o único trabalho ao qual tem que se dedicar. Como exemplo, utilizou a viagem que estava fazendo no momento da troca de mensagens, em que, segundo ela, estaria trabalhando e gravando conteúdos a todo momento.

Continua após a publicidade

Diante das justificativas e provas apresentadas nos autos, a organização do Miss Bumbum solicitou a procedência da ação, a fim de declarar a rescisão motivada do contrato, tornando assim não obrigatório o pagamento das duas últimas parcelas à Raissa, nos valores de R$ 20 mil cada. A empresa pediu, ainda, que a ex-Fazenda fosse condenada ao pagamento de multa contratual no valor de R$ 24 mil.

Raissa Barbosa deixou o posto de embaixadora do Miss Bumbum Brasil, após se envolver em um barraco contra a ex-Fazenda Aline Mineiro, em um quarto de hotel, no Rio de Janeiro. Depois que o bafafá todo se tornou público, um dos patrocinadores do Miss Bumbum pediu que ela fosse desligada do concurso.

“A marca de cosméticos BumBum UP,  patrocinadora da edição do Miss Bumbum Brasil 2022, formalizou junto à direção do concurso um pedido para que Raissa deixe a posição à frente dele como embaixadora, após o barraco envolvendo Aline Mineiro”, informou um trecho do comunicado divulgado pela assessoria de imprensa do Miss Bumbum.

O concurso decidiu atender ao pedido do patrocinador e desligar Raissa. “Infelizmente decidimos acatar o pedido do patrocinador e estamos formalizando a saída da Raissa à frente da edição do concurso Miss Bumbum”, confirmou a direção do Miss Bumbum.

As ex-Fazenda, Aline Mineiro e Raissa Barbosa, dividiram um cômodo na formosa Mansão Rosa Selvagem, no Alto da Boa Vista, Zona Norte do Rio de Janeiro, onde estavam participando de eventos publicitários. A confusão começou à noite, quando ambas retornaram ao quarto para dormir. Aline teria pedido que Raissa deixasse uma fresta da porta do banheiro aberta para que parte da luz iluminasse o local, já que outra pessoa já dormia, mas a ex-Miss Bumbum teria dito que não e ainda bateu a porta. Ainda segundo relato de Aline Mineiro, além de bater a porta, Raissa também teria começado a gritar no local.

Depois, foi a vez de Aline ir ao banheiro e foi aí que o barraco comeu solto de vez. Raissa teria gritado, afirmando que a ex-Panicat teria batido a porta do banheiro, e teria começado a arremessar objetos no quarto. O assessor de Aline Mineiro foi quem entrou no quarto para conter a confusão e encerrar o barraco. Enquanto Raissa arremessava coisas, a ex-Pânico na TV se manteve trancada no banheiro, para evitar que a briga virasse uma agressão física entre as partes envolvidas.