Fechar
MÚSICA!

‘Morreu deixando dívida pra família’, comenta produtor sobre Reginaldo Rossi

Profissional que trabalhava com o artista relata que ele foi um gênio irresponsável

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

O produtor de shows e empresário Pinga bateu um papo com Clemente Magalhães, do canal Corredor5, e contou um pouco sobre sua experiência no mercado de shows e vivência com os artistas. Durante a conversa ele lamentou sobre como foi o final da vida de Reginaldo Rossi, artista com quem ele trabalhou em mais de 150 shows.

“Reginaldo Rossi, eu acho ele um gênio, no entanto um gênio irresponsável. Bebia demais, jogava demais, e o que o levou a morte, foi a bebida e jogatina. Ele era pra estar milionário, morreu deixando dívida pra família. Infelizmente o que ele representava não era pra ter morrido e deixar a família em miséria”, comenta o empresário.

Pinga trabalhou com nomes como Roberto Carlos em mais de 280 shows, Roberta Miranda, Tim Maia, Lulu Santos, Legião Urbana, Djavan e outros. O empresário é considerado dentro da indústria da música uma lenda do Show Business, um recordista mundial em eventos contratados.

Continua após a publicidade

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff