Eita!

Mulher tenta quebrar carro de Orochi e rapper dispara: ‘mandada pelo inimigo’

O cantor compartilhou uma sequência de vídeos da pessoa atacando a sua BMW X6 azul

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Orochi usou as redes sociais, na noite deste domingo (3), para publicar uma sequência de vídeos que mostra uma mulher tentando destruir o seu carro, uma BMW X6 azul. Nas imagens é possível ver a pessoa tentando arrancar os para-brisas e também pulando sobre o teto do veículo. Ao compartilhar os registros, o rapper se mostrou indignado com a situação.

“Não pode nem deixar o carro estacionado que vem uma mandada pelo inimigo destruir nossas conquistas… Já tô vendo vários ‘FDP’ falando que eu não paguei o programa. Vocês são malucos. Essa doida veio seguindo a gente depois de um show. Quanto mais eu rezo, mais assombração aparece. Quem souber o nome dessa pessoa me avisa aí porque eu vou processar essa doente”, escreveu Orochi.

Ainda nos vídeos mostrados pelo rapper, dá para ver o momento em que a moça escorrega de cima do carro, cai no chão e levanta normalmente. Ela ainda joga um beijo e acena para a câmera, ao perceber que estava sendo filmada. “Você queria mídia, agora vai ter de maluca, alucinada. Ainda vai ter que pagar o conserto”, completou Orochi.

Na semana passada, o nome de Orochi esteve espalhado nas manchetes, após ser o rapper ser detido pela Polícia Militar do Rio de Janeiro com drogas. O cantor estava acompanhado de duas mulheres e um amigo na mesma BMW X6 AZUL, avaliada em R$ 600 mil, quando foi abordado por PMs na Alameda São Boaventura, em Niterói, na Região Metropolitana.

No interior do veículo, foram localizadas uma pequena quantidade de haxixe e skank. O material foi apreendido e o rapper encaminhado para a 78ª DP (Fonseca), onde o caso foi registrado. Orochi alegou estar vindo de um show em Itaguaí e iria para o motel Sparta, localizado no Centro de Niterói, com as meninas, já que teria um show em São Paulo, com voo marcado para às 15h.

Na delegacia, os quatro foram liberados após a assinatura do termo circunstanciado de porte de entorpecentes para consumo próprio. Uma multidão cercou o cantor após ele sair da distrital com pedidos de fotos.