Fechar

EXCLUSIVO Murilo Becker vai à Justiça contra Antônia Fontenelle e pede meio milhão de indenização

Ex-jogador foi chamado de ‘agressor’ pela influenciadora digital e foi procurar seus direitos na esfera judicial

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Ex-atleta profissional de basquete, Murilo Becker entrou com uma ação judicial contra Antônia Fontenelle, pedindo uma indenização por danos morais por violação de imagem. O processo teve início após ir ao ar no canal ‘Na Lata’, comandado pela Youtuber, uma entrevista com a ex-mulher de Murilo e mãe de seus quatro filhos.

Logo no começo da entrevista, Antônia é direta ao afirmar que Murilo é um “agressor”. Para embasar suas alegações, diz que possui acesso a todos os papéis que envolvem os tais episódios de agressão, além de medidas protetivas e boletins de ocorrência. Seguindo nessa linha, Fontenelle chega a dizer que os filhos de Murilo teriam presenciado cenas em que o pai agredia a ex-mulher, Patrícia.

Ela também afirmou que o ex-jogador de basquete teve a coragem se transformar em um agressor e que se estivesse em outro país com certeza estaria preso. As acusações se tornam ainda mais graves quando a youtuber afirmou que, em um dos episódios de agressão, Murilo teria “arrebentado” Patrícia e simplesmente jogado um dos filhos no carro “como se fosse um saco de batata”. Do nada, Antônia ainda diz que algumas fêmeas “gostam de apanhar”.

Em dez minutos de entrevista, Antônia afirma que Murilo seria um agressor e que, por isso, não teria condições de ficar com as crianças. Sobre a relação de Murilo com os filhos, a influenciadora assegura ser tóxica, pois Murilo sequer daria a eles a atenção necessária.

Continua após a publicidade

Os advogados de Murilo sustentam que, por meio da entrevista realizada, ficou clara uma enorme desmoralização da imagem e da honra de seu cliente, que foi alvo da mira impiedosa e cruel de Antônia Fontenelle. As imputações feitas por Antônia não tinham qualquer cunho jornalístico, configurando claros ataques à figura de Murilo.

Sendo assim, a defesa do ex-atleta pediu uma indenização por danos morais em valor não inferior a R$ 50o mil. Ainda foi solicitada uma retratação pública por parte de Antônia Fontenelle em suas próprias redes sociais e em veículo de imprensa de grande circulação, além do pedido para que a entrevista seja ser excluída de todos os veículos de circulação social.

Em dezembro do ano passado, Murilo Becker fez um desabafo em suas redes sociais e contou que a ex, Patrícia, não permitia que ele visse ou falasse com os filhos há meses. “Já tentei de todas as formas conseguir vê-los, e tenho em mãos uma decisão judicial que determina que a genitora é obrigada a permitir que eu possa visitar meus filhos. Inclusive, o juiz determinou que as crianças passariam o Natal comigo, e tudo foi combinado com a genitora, que deu sua palavra que traria as crianças até a mim”, disse o ex-atleta, na ocasião.

“Preparei a ceia de Natal, comprei os presentes das crianças e quando eu as esperava, a mãe dos meus filhos fugiu com eles para outra cidade, e nem ficou com a família dela, e sim atrás de seguidores, me impedindo mais uma vez de poder vê-los. Mais uma vez enganação e mentiras, pois é dessa forma que ela age. Meus filhos estão sendo induzidos a romper e destruir o vínculo que possuem comigo, sendo impedidos de poder conversar e de ver o pai”, acrescentou.

Ele finalizou dizendo que só gostaria de poder estar presente na vida dos filhos. “Tudo o que eu queria estar poder vê-los e, no mínimo, ter a certeza de que estão bem. Leonardo, Gabriel, Rafaela e Maya, eu continuarei lutando por vocês enquanto eu existir, até meu último suspiro. Em breve, espero dar um abraço em cada um de vocês para tentar suprir os cinco meses que estou sendo proibido de vê-los. Neste Natal, fomos impedidos de estarmos juntos, mas a luta não acabou. Alienação Parental é crime e não vou mais me calar”.