Fechar

EXCLUSIVO ‘Não me arrependo de nada. Faria diferente algumas coisas’, assume Vitão

O cantor, de apenas 22 anos, teve que aguentar os haters, as injustiças e os julgamentos e se agarrou a música para suportar a pressão

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Victor Carvalho Ferreira, conhecido como Vitão, há dois anos entrou no olho do furacão por conta do namoro com Luísa Sonza. O cantor, de apenas 22 anos, teve que aguentar os haters, as injustiças e os julgamentos e se agarrou a música para suportar a pressão. “Me apeguei muito ao que realmente importa na vida, que é fazer incessantemente o que se ama e viver ao lado dos que nos amam”.

Solteiro, ele diz que está em um processo de autoconhecimento e com um projeto ‘gigante’ na carreira pela frente. Assumidamente tímido, ele revela ser solto e brincalhão com a família e os amigos mais próximos. Gosta de ser visto como um homem bonito e não se importa muito com os rótulos de sedutor ou latin lover. “Não me incomodo desde que não me vejam como apenas isso. Quero que me vejam como um grande músico, compositor e artista”, pontua.

Você esteve no olho do furacão e se permitiu dar um tempo. Como você está neste  momento?
Estou 100% focado em minha carreira, no meu próximo álbum e na volta gradativa dos shows. O meu foco sempre foi música e estou passando grande parte do tempo no estúdio, em song camps e ensaiando. Comecei a fazer alguns shows também e está sendo ótimo, libertador. Sentia muita falta disso.

Como foi suportar tanta pressão, os haters e ter a carreira paralisada depois de um crescente por causa da pandemia. O que você se apegou? Você é um homem religioso, de fé?
Sou um homem de fé. Me apeguei muito ao que realmente importa na vida, que é fazer incessantemente o que se ama e viver ao lado dos que nos amam. A música sempre foi meu foco principal na vida e é o que me faz levantar da cama quando amanhece. A música e o amor, que no fim acabam sendo uma coisa só.

Continua após a publicidade

O que mais te tira do sério?
Injustiças.

Aos poucos, os shows estão voltando… O que você vai fazer? Já tem algum planejamento?
Tenho voltado a ensaiar e fazer meus primeiros shows. Fizemos uma apresentação no sábado passado (6/11) e agora essa semana temos mais três. Está sendo revigorante cantar para as pessoas novamente, arrancar um sorriso de entusiasmo de todos que estiverem me assistindo. Estava com muita saudade disso. Estou muito empolgado também com o que vem pela frente. Dia 3 de dezembro vou fazer meu primeiro show com banda, na Áudio. Inclusive comprem seus ingressos e venham me assistir, será um show muito lindo e especial (risos). As apresentações estão acontecendo conforme todas as normas de segurança e saúde em relação ao Covid-19.

O que você ouve? Quais são as suas influências? Porque o som que você faz, me corrija se eu estiver enganada, é uma mistura do soul, pop, r&b, rap, mas também tem aquela coisa de good vibes
Eu ouço muito blues e rock, Guns N Roses, AC/DC , Ray Charles, Queen, Bb King. Tive influência muito forte do que ouvia quando mais jovem com meus pais e eles curtiam música brasileira de todos os tipos, soul, música erudita, rock, rap. O rap nacional entrou na minha cabeça a partir dos 13, 14 anos. Passei a ouvir Rael, Emicida, Luccas Carlos, Criolo, Marcelo D2, Cone Crew Diretoria, Marechal, Rashid, Bk, Projota, Racionais Mc’s. Mais pra frente fui ouvir muito Rappin Hood, Sabotage.

E a velha e boa MPB?
O rap nacional me abriu muito os ouvidos para a música de raiz brasileira e aí eu fui me aprofundar na obra do Gilberto Gil, Tim Maia, Caetano Veloso, Djavan, Zeca Pagodinho, Cassia Eller, Alcione, Jovelina Pérola Negra, Marisa Monte, entre outros.  Sempre fui muito fã de Michael Jackson, Charlie Brown Jr, Cassia Eller, Legião Urbana, Rael, Luccas Carlos, Djavan, Seu Jorge, Grupo Revelação, Thiaguinho, Gaab, Jorge Ben Jor. Enfim, são muitos. Amo música e amo tudo que toca o meu coração quando escuto.

O que ninguém sabe ou imagina de Victor Carvalho Ferreira?           Ninguém sabe ou imagina alguns feats que eu vou lançar (risos), inclusive, internacionais! Agora, uma curiosidade mais descontraída: eu consigo comer um pratão de strogonoff em menos de cinco minutos e muitas vezes acabo escolhendo trocar a batata frita por salada no prato. É um prato predileto!

Dizem que você é sedutor, meio latin lover… Só que você se define como ciumento e um pouco de imaturo nos relacionamentos. Como é isso?
Sempre fui mais tímido, mais na minha. Me solto muito quando estou no meu círculo, minha família e meus amigos. Chega a ser engraçado o contraste da minha timidez com meu momento solto e brincalhão. Fico feliz, obviamente, quando me acham bonito, acho que todo ser humano gosta disso, né?. Não me incomodo com a visão de latin lover ou sedutor que possam ter de mim desde que não me vejam como apenas isso. Quero que me vejam como um grande músico, compositor, artista.

Tem algum arrependimento?
A vida é feita de caminhos e faz parte errar durante a travessia. Não me arrependo de nada. Faria diferente algumas coisas, mas não me arrependo.

Tinha algum plano B? 
Sinceramente? Desde quando eu decidi viver de música, não pensei em plano B. Sempre foi meu foco e fico feliz que deu certo.

O que te falta?
Tempo para fazer tudo o que eu quero em um dia! (risos). Estou com a agenda super cheia, com projetos gigantes vindo pela frente. Um dia é pouco para conseguir fazer tudo, infelizmente.

Um sonho que ainda pretende realizar?
Fazer música com pessoas de outros países, que falam outras línguas, cantem as minhas canções e as reconheçam como música brasileira. Quero levar nossa música para o mundo. Tenho fé que ainda vou realizar isso.

Está conhecendo melhor alguém?
Eu mesmo! (risos) Conta? Estou em um processo de autoconhecimento. No momento, como comentei, estou super focado na minha carreira, mal tenho tempo de fazer tudo que está na agenda. Só tem uma coisa que não sai da minha cabeça no momento: meu álbum!

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff

Tags Relacionadas: