Fechar
Drama familiar

‘O primeiro alvo do sequestro seria eu’, conta Wanessa Camargo

Cantora lembra do crime há 28 anos e diz que teve a ‘sorte’ de não ser uma adolescente com os horários fixos

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Wanessa Camargo ficou bastante emocionada durante um depoimento a série documental ‘É o Amor: Família Camargo’ da Netflix. A cantora relembrou o drama do sequestro de um dos irmãos da dupla Zezé Di Camargo e Luciano, Wellington, em 1998, e contou que o primeiro alvo dos sequestradores era outro.

“O primeiro alvo do sequestro seria eu. Eles tinham fotos minhas, dos meus horários, só que a ‘sorte’ minha é que eu não tinha um horário fixo. Era difícil me acompanhar. Foi por isso que eles desistiram. Depois viram o meu pai falar que o Welington era como um filho, no programa do Gugu, e foram atrás dele”, entregou ela,

A filha mais velha do sertanejo ainda confessou uma premonição da matriarca dos Camargo, Dona Helena. “Ela sonhou que eu tinha sido sequestrada dias antes do crime acontecer”. 

Zilu Godoi também falou sobre o episódio. “O Zezé berrava: ‘Tira os meus filhos do Brasil’. Eu vim pra Miami e em uma semana, comprei casa, arrumei escola, peguei o visto, voltei, peguei eles e trouxe pra cá. Foi um choque total. Fomos expulsos do Brasil. Tivemos que deixar tudo para viver em um país diferente por falta de segurança. A Wanessa passou mal, o Igor chorava e a Camilla veio em choque”, relembrou Zilu.

Continua após a publicidade

Welington Camargo, que é paraplégico, ficou 94 dias no cativeiro, onde teve um pedaço de sua orelha cortada. Ele foi sequestrado em sua casa, no Jardim Europa, em Goiânia, por quatro homens armados. O resgate no valor de US$ 300 mil foi pago em 20 de março.

No dia seguinte, Wellington acabou sendo deixado pelos sequestradores dentro de um buraco, a 150 metros de uma estrada vicinal, entre Goiânia e Guapó, na Região Metropolitana. O cantor saiu do matagal e foi encontrado por dois motociclistas, que o reconheceram.

Tags Relacionadas: