Fechar
hospital

Padre Fábio passa por cirurgia

Um dos tendões do braço esquerdo foi lacerado

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

No último domingo (28), Padre Fábio de Melo passou por uma cirurgia no braço esquerdo. O pároco contou o que aconteceu e fez um agradecimento a todos os que o ajudaram em seu Instagram: “Eu tenho tendões que se laceram E um deles foi lacerado. O da cabeça curta do bíceps. Com ele, laceram-se outras coisas, ligaduras que não são corpóreas. Para lacerações físicas, médicos. Para lacerações emocionais, amigos. E quando encontramos os dois no mesmo rosto?”, começou ele.

E continuou: “Pois comigo foi assim. Convivi com a laceração parcial durante 20 dias, mas não deu mais. Nos últimos 10, contei com a orientação primorosa do querido Paulo Muzy. Com ele, aprendi sobre a lesão, dividi as angústias, andei os caminhos de dentro. De repente, o ‘apenas conhecido’, passou a me perguntar: ‘e hoje, como está se sentindo?’. Do braço que doía às dores da ansiedade, tudo foi partilhado. A prosa diária alinhavou a amizade. O conhecido se tornou meu amigo. Eu estava numa peregrinação, ele sabia. O risco da ruptura definitiva me apavorava, mas, a sua atenção, o seu carinho comigo, fizeram com que eu colocasse minha atenção na solução que ele me propôs. Deu certo”.

Padre Fábio também agradeceu ao médico Jo´se Carlos Garcia Jr.. “Com o Muzy, veio o Jo´se Carlos Garcia Jr., uma das maiores autoridades no assunto, comandante que coordenou as competências reunidas. Solicito, simples, mestre, mas acessível, Zé Carlos me deu o bem mais precioso que um médico pode dar ao seu paciente: confiança. Hoje foi o dia. O que estava por um fio voltou a ser inteiro. Estou repleto de gratidão. Ao meu amigo @nutricionistarodolfoperes, o responsável por me apresentar ao Muzy e ao professor Zé Carlos. À @draclaudiacozerkalil, por organizar os meus caminhos, @drrobertokalil, por me proteger como quem protege um filho, ao Dr Benegas, pela primeira avaliação, ao Concierge Adilson, por me conduzir nos exames, ao meu irmão @mariomaninho, que nunca me deixou sozinho, à Dra @biaaydar, especialista em cuidado e amor, e à @adriana_vilarinho, irmã que a vida me deu, amor fraterno que me edifica todo dia, ensinando-me que a generosidade é a virtude que mais concede harmonia ao rosto. Agradeço também ao querido @gustavo_ortop, à @jeselymyrrha, responsável pelo coração do Zé, ao meu irmão @mathi_baffi, menino que me leva no colo, aos recepcionistas, enfermeiras, técnicos, instrumentistas, responsáveis pela limpeza de tudo o que sujaram comigo. Enfim, a todos os que ajudaram a remendar o padre”.

Continua após a publicidade