Fechar
SÓ CONSEGUIU CANTAR TRÊS MÚSICAS

Pocah se revolta após polícia pedir para encerrar sua apresentação Parada do Orgulho LGBTQIAP+

Por causa de um atraso, a cantora teve que reduzir o tempo do seu show

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Pocah se revoltou com o atraso de sua apresentação na Parada do Orgulho LGBTQIAP+, neste domingo (19), na Avenida Paulista, em São Paulo. A cantora contou que conseguiu cantar apenas três músicas já que a polícia pediu que ela encerrasse o show. 

Através do Twitter, a ex-BBB desabafou sobre o episódio. “Meu horário era as 15:55, entrei 17:20. Eu estava aqui desde do meio-dia e meio no trio pronta. E infelizmente não pude cumprir nem metade do meu show porque pediram pra encerrar a parada antes do horário combinado!! Peço desculpa aos meus fãs. Estou arrasada e cheia de ódio”, escreveu.

Em um outro tweet, ela mostra seu descontentamento através de um xingamento.  “Falta de respeito do caralho. Vai tomar no c*, disparou. Já nos Stories, Pocah escreveu que é muito difícil ser artista no Brasil.

A funkeira ainda afirmou: “Resolvi escrever porque estou nervosa. Vamos lá. Eu saí de madrugada do Rio de madrugada. Vim para SP para cantar. Estava pronta meio-dia, cheguei no trio e tava tudo atrasado. Até aqui ok. Eu estava animada para cantar. Então, nem estava preocupada. Meu horário era as 15:55, entrei às 17:20. Cantei 3 músicas e a polícia pediu para encerrar antes do horário previsto. Eu apenas exijo respeito com meu trabalho, minha equipe e meus fãs”, argumentou.

Continua após a publicidade

A ex-BBB continua o desabafo no Instagram: “Eu sei o meu valor e não vou me calar. São 12 anos de história batalhando arduamente para me tirarem de otária”.