Fechar
que fase...

Procurado pela polícia por não pagar pensão, Carlinhos Mendigo posta versículos bíblicos

Até o momento humorista não pagou pensão e não se entregou à polícia

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Depois de ter sua prisão decretada pela Justiça de São Paulo, por conta do débito de pouco mais de R$ 90 mil de pensão alimentícia, Carlinhos Mendigo virou alvo da Polícia Civil de São Paulo, que tenta prender o humorista. E embora ele já saiba que está sendo procurado, segue agindo como se nada estivesse acontecendo e foi para as redes sociais compartilhar versículos da bíblia.

Carlinhos postou um trecho de Felipenses 14, que contém uma carta de Paulo. Nela, o apóstolo fala sobre enfrentar qualquer situação, tendo muito ou pouco, com a força de Cristo. “Uma das minhas preferidas”, escreveu Carlinhos sobre o texto.

A outra publicação contém um trecho de outra carta de Paulo, em Coríntios, que fala sobre a não convivência com gente imoral. “É aqui que temos que aprender, no meio dos lobos e filhos da puta. É aqui o estágio para se ter uma vida eterna com Deus. Quem vive em espírito sabe que tudo que acontece na terra faz parte do propósito. Mais céus, menos terra”, escreveu o humorista.

Ele também desabafou sobre a prisão. “A prisão está na mente e não no corpo. Está nos falsos ensinamentos, aqueles que amedrontam e adestram pelo medo. Libertem-se”, filosofou ele.

Continua após a publicidade

Carlinhos Mendigo ainda aconselhou seus seguidores a seguir os ensinamentos de Deus, usando um versículo de Mateus 12:34. “Encha sua mente com a palavra de Deus. Encha também o seu coração, até que transborde pela boca e reflita no espírito. Pois a boca fala do que o coração está cheio”.

Mas falar sobre pagar a pensão que deve ao filho, fruto da relação com Aline Hauck, ou se entregar à polícia que é bom, até agora, nada! O saldo devedor de Carlinhos está em aberto desde desde junho de 2013 até o presente momento, totalizando cerca de R$ 374 mil. Este valor ainda não está acrescido de juros e correções. Quando estiver, deve dobrar.

Ao todo, tramitam na Justiça de São Paulo três processos contra Carlinhos Mendigo, além de outra ação de revisão de alimentos, que ele chegou a ajuizar, conseguiu reduzir o valor de cinco salários mínimos para três salários e meio, e mesmo assim continuou sem efetuar os pagamentos.