deu sua opinião!

‘Quem está condenada a ir pro inferno é ela’, diz Franklin David sobre Bruna Karla

O apresentador relembrou os comentários homofóbicos feitos pela cantora gospel em junho deste ano, durante uma entrevista com Karina Bacchi

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Franklin David participou de uma entrevista para o podcast ‘BarbaCast’ e falou sobre a sua sexualidade. O jornalista, que namora Vitor Vianna, contou que sempre foi reservado em relação a sua vida pessoal e isso pode ter contribuído para as pessoas criarem teorias sobre ele. Além disso, o apresentador relembrou o polêmico caso envolvendo a cantora gospel Bruna Karla e seus comentários homofóbicos.

“Eu sempre fui [gay], porque não é uma coisa que você escolhe, você nasce. Eu sempre fui muito reservado, na minha, nunca fui de falar muito sobre a minha vida pessoal. Isso fez com que as pessoas ficassem criando teorias, mas eu também nunca me preocupei em esconder. Isso não fez com que eu deixasse de viver. Naturalmente, eu não queria também que as pessoas soubessem, mas não por ser gay e, sim, por ser eu mesmo”, começou contando.

Franklin David revelou que a família sempre soube da sua sexualidade e contou que se considera um privilegiado por sempre ter tido o apoio de todos. “A minha mãe sabia, antes mesmo que a gente tivesse uma conversa ‘reveladora’ e eu sentia que ela já sabia disso. Dentro de casa, era uma coisa super normal, nunca sofri nenhum problema. Eu fui muito privilegiado nesse aspecto”, falou.

Ainda na entrevista, o jornalista deu a sua opinião sobre as falas de Bruna Karla, em junho, durante um podcast apresentado por Karina Bacchi. Na ocasião, a cantora deu uma declaração sobre o casamento gay e contou que disse a um amigo, que só iria ao casamento dele, se ele subisse ao altar com uma mulher.

“Quando eu falo de Deus, Jesus, eu falo de amor. Amor, pra mim, não tem distinção, independente do que você escolhe fazer. Se você segue alguns passos da Bíblia, ele [Jesus] prega isso, que você ame o próximo. Isso é o que ele deixa de legado, de mais precioso. Quando eu vejo uma Bruna Karla falando isso, eu vejo que quem está condenada a ir pro inferno é ela, que não consegue respeitar o próximo. É alguém que tá falando de amor, de Jesus, mas que não consegue respeitar o outro”, disse ele.

Franklin David continuou: “A fala dela [Bruna Karla] é muito curiosa, porque é como se ela tivesse recebido o aval de Jesus Cristo pra crucificar, pra penalizar as pessoas que têm escolhas diferentes ao que ela pensa. Ela não tá falando de Jesus, ela tá falando dela. Aquilo é o que ela é enquanto ser humano, até porque ela se refere a um amigo”, disse ele, que completou: “Eu acho que ela tenta crucificar, julgar as outras pessoas mas, que na verdade, ela é uma pessoa que não tem direito algum de fazer isso”.

O apresentador também relembrou que Karina Bacchi, que é mãe de Enrico, recorreu a Fertilização in Vitro (FIV) para engravidar do menino, que hoje tem 4 anos.

“É curioso que ela deu essa entrevista pra Karina Bacchi, que se converteu e tem feito várias entrevistas com pessoas do meio. E a Karina também é uma pessoa que teve um filho, que não foi como uma ‘família tradicional’. O que a bíblia tem a dizer a respeito disso? Será que quando ela escolheu ter o filho por uma inseminação artificial, ela foi consultar a Bíblia pra entender que talvez isso seja pecado?”, questionou.

Franklin David lamentou que pessoas como elas, que têm grande alcance nas redes sociais, exponham esse tipo de pensamento preconceituoso. “Eu não estou dizendo que é pecado, eu estou dizendo que, se for levar em consideração o que disse a Bruna Karla e talvez como acredite a Karina Bacchi hoje, ela ter feito essa escolha foi errada? Então, ela pecou em querer ter o filho dela, que eu tenho certeza que ela ama incondicionalmente, por não ser a família tradicional que está sendo pregada na Bíblia? Eu acho muito curioso e muito triste pessoas que têm um alcance grande, expondo esse tipo de pensamento”, finalizou.

FRANKLIN DAVID FALA SOBRE SUA SEXUALIDADE E A BRUNA KARLA