Fechar

EXCLUSIVO Rafael Ilha tem primeira derrota em processo contra Luana Piovani

Justiça já indeferiu um dos pedidos do ex-Fazenda

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Rafael Ilha começou com o pé esquerdo na ação que moveu contra Luana Piovani, pedindo uma indenização por danos morais. A Justiça julgou improcedente o pedido do ex-Fazenda de gratuidade judicial. O ex-Polegar solicitou o benefício alegando que sobrevive por meio de atividade artística, atuando como influenciador digital e estando refém de cachês que oscilam e que não apresentam uma frequência certa.

Dessa forma, ele alegou que não estaria possibilitado de arcar com as custas dos processos sem comprometer sua renda para despesas básicas. No entanto, por meio de despacho do dia 28 de abril, a Justiça, ao nega o benefício, argumentou que Rafael Ilha tem uma vida profissional ativa e, portanto, poderia arcar com a antecipação das despesas para o ajuizamento da ação.

O processo teve início após Piovani ter feito uma publicação em seus stories do Instagram, no último dia 22, contendo uma montagem com diferentes fotos de alguns participantes de realities. Na legenda, ela comentou que a semelhança entre eles seria o fato de todos terem sido abusivos durante suas participações nas atrações.

Na montagem compartilhada pela apresentadora estavam os campeões de ‘A Fazenda’, Rafael Ilha, Lucas Viana, e Dado Dolabella, que vem a ser -namorado da Luana, além do finalista do reality rural, MC Biel, o ex-BBB, Marcos Harter e o atual campeão do BBB, Artur Aguiar.

Continua após a publicidade

Luana fez a publicação para chamar atenção ao fato de que, embora todos, segundo ela, tivessem sido taxados de abusivos, saíram dos confinamentos queridos pelo grande público.

Os advogados de Rafael Ilha então defenderam que ele jamais foi acusado de ser um homem abusivo ou de praticar violência contra figura do sexo feminino, sem possuir qualquer antecedente criminal. Alegam ainda que o post de Luana teria causado sérios prejuízos e abalos ao ex-Polegar, que viu seu nome envolvido em um caso grave sem qualquer cuidado por parte de apresentadora.

Além disso, o processo ressalta o histórico preocupante de Piovani, que se envolve em polêmicas com frequência e ressalta que o bafafá entre Luana Piovani e Rafael Ilha repercutiu em uma série de portais, chegando ao conhecimento de sua mulher e filha.

A defesa de Ilha afirma que a conduta de Luana fez do ex-Fazenda um abusador, perante milhares de internautas. Alegando a dor e sofrimento causados pela negativa repercussão da publicação de Luana, Rafael Ilha pede a condenação da apresentadora no valor R$ 100 mi, a título de danos morais.

Ele requer ainda que ela seja citada na ação para apresentar sua defesa e deixou claro que possui interesse em Audiência de Tentativa de Conciliação, em busca de possível acordo com a também atriz.

Print (Reprodução)