RELATO

Repórter do Fantástico sofre racismo em shopping do Rio: ‘Me olharam dos pés à cabeça’

Tábata Poline conta que vendedoras de uma loja se recusaram a atendê-la

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Tábata Poline, que integra o time de repórteres do “Fantástico”, da TV Globo, relatou através da sua conta no Twitter, nesta sexta-feira (8), ter sido vítima de racismo em uma loja do shopping Rio Sul, na Zona Sul do Rio de Janeiro. 

“Logo eu, tão combativa, me vi exausta quando deveria me posicionar. Na My Place, do Shopping Rio Sul, cinco vendedoras me olharam dos pés à cabeça e decidiram não me atender”, conta a jornalista. 

Em seguida, ela revela que seu marido ficou indignado e iria questionar a postura das vendedoras, mas foi impedido por ela. “Meu marido quis brigar e eu não deixei (deveria). Só saí. Outras clientes chegaram. Às cinco foram até elas”, desabafa. 

Neste domingo (10), Tábata voltou ao Twitter para agradecer o acolhimento que recebeu quando relatou o episódio. “Nada mais certo do que um dia após o outro. O tempo acalma, cura e abraça. Obrigada pelas mensagens de carinho. Bora rompendo. Com leveza, amor e muito axé”

Através de um comunicado ao Splash, do Uol, o Riosul Shopping Center lamentou o caso. O shopping ainda afirma estar apurando os fatos narrados pela jornalista junto à loja para tomar as devidas providências.

“O RIOSUL Shopping Center informa que tomou conhecimento através das redes sociais do lamentável episódio em uma de suas lojas e reforça que este tipo de conduta não condiz com os valores do estabelecimento. O shopping afirma ainda que está apurando os fatos narrados junto à loja para que todas as medidas cabíveis sejam tomadas”, comunicou.