Fechar
FALOU TUDO

Ricardo Waddington abre o jogo sobre exigências feitas por Camila Queiroz

‘Nunca havia visto nada parecido’, revela profissional na TV Globo

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

O diretor da TV Globo, Ricardo Waddington, acaba de abrir o jogo sobre as exigências feitas pela protagonista de Verdades Secretas 2, Camila Queiroz. Ele revelou que jamais viu estrelas do alto escalão fazerem tais exigências como viu a estrela da série de Walcyr Carrasco fazer.

Segundo Ricardo, todas as exigências dela [Camila Queiroz], foram coisas que jamais constatou, nem mesmo com os consagrados nomes como Tony Ramos e Fernanda Montenegro.

O famoso diretor falou com exclusividade ao jornal Folha de São Paulo.  A novela da vida real, começou quando a TV Globo pediu extensão de sete dias nas gravações da trama por em razão da mudança de calendário por causa da pandemia de Covod-19.

“Independentemente do que aconteceu na relação contratual de Camila conosco, o que motivou sua saída da emissora foram as exigências que ela fez para cumprir uma extensão de apenas sete diárias. Todo o resto do elenco concordou em fazer. Não teve uma única pessoa que dissesse ‘ah, não, não vou fazer sete diárias. Ela queria alterar o desfecho da Angel [personagem de Verdades Secretas 2]. O Tony Ramos não pode fazer isto, a Fernanda Montenegro não pode fazer isto”, esclareceu Waddington.

Continua após a publicidade

Ainda de acordo com o diretor de entretenimento da TV Globo, Camila também estava de olho na terceira temporada da série [Verdades Secretas 3].

“A campanha publicitária não é de responsabilidade dos Estúdios Globo. Nem eu tenho como garantir nada para ela. A campanha obedece a uma lógica de marketing, e temos especialistas que estabelecem essa lógica. Eu tenho 39 anos de Globo, 39 anos que eu trabalho com elencos, e nunca havia visto nada parecido”, detonou o global.