Fechar
melhora diária

Rodrigo Mussi segue evoluindo e é liberado para comer o que quiser

O ex-BBB está em tratamento com fisioterapia e fonoaudiologia, após ter sofrido um grave acidente de carro no dia 31 de março

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Diogo Mussi, irmão de Rodrigo Mussi, usou as redes sociais nesta sexta-feira (13), para comunicar que o ex-BBB foi liberado para comer o que quiser neste final de semana. O rapaz está em tratamento com fisioterapia e fonoaudiologia, após ter sofrido um grave acidente de carro no dia 31 de março. Ele passou quase um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

“Sem muitas novidades pra hoje, pessoal. Mantida a rotina de atividades da semana. A melhor parte fica por conta da liberação da dieta para o final de semana. Alguém vai comer tudo que quiser e sem culpa! Amém! O final de semana será de descanso e de receber visitas. Vamos juntos”, escreveu Diogo.

Nesta quinta-feira (12), o advogado já havia informado aos fãs do ex-BBB, que ele estava pedindo chocolate e açaí para comer. “Hoje tivemos fisio, fono e robótica. Mesmo com algumas dores, o Rod concluiu as atividades. O Rodrigo tem pedido chocolate e açaí e, de tanto insistir, foram liberados pela nutricionista, com moderação, rs”, disse.

Recentemente, Diogo Mussi usou as redes sociais para fazer um desabafo sobre seguidores que pedem fotos atuais do gerente comercial. O rapaz lembrou que Rodrigo passou um período longo intubado e agora enfrenta um tratamento pesado para se recuperar das inúmeras lesões.

Continua após a publicidade

“As pessoas precisam ter mais senso antes de pedir fotos do meu irmão, que foi extubado há pouco mais de 15 dias. Se você realmente gosta do Rodrigo, respeite! A reabilitação leva tempo e está sendo muito árdua pra ele, que se esforça diariamente, pra alcançar o objetivo. Mais respeito, por favor”, pediu Diogo nos stories do Instagram do ex-BBB.

O acidente de carro

Rodrigo Mussi sofreu um grave acidente de carro no dia 31 de março. Ele pegou um carro de aplicativo que acabou batendo contra um caminhão, após o motorista assumir ter cochilado ao volante enquanto dirigia em uma rodovia.

O modelo, que estava no banco de trás sem cinto de segurança, foi levado pelos bombeiros para o Hospital das Clínicas e chegou a ter uma parada cardiorrespiratória. Ele teve traumatismo craniano, uma fratura e um ferimento profundo nas pernas, além de uma lesão na coluna.

Vale ressaltar que a Polícia Civil de São Paulo já encerrou o inquérito policial e classificou como imprudente a postura do motorista Kaique Faustino Reis e agora está a cargo do Ministério Público possíveis sanções ao motorista.

Quem você quer salvar no 'Power Couple 6'?