Fechar

EXCLUSIVO Romário é cobrado após perder ação para Dunga

Ex-jogadores tetracampeões levaram caso à Justiça

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

A defesa do ex-jogador Dunga está cobrando do senador Romário, uma alta quantia de honorários advocatícios. Isso porque, após o Baixinho perder uma ação judicial movida contra o ex-técnico da Seleção Brasileira de futebol, a Justiça o condenou a pagar 16% de honorários advocatícios.

O valor da dívida estava em R$ 93.255,66, e na ação de cumprimento de sentença, o valor em aberto seria de R$ 30.253,56. Eles tentam fazer a avaliação de um imóvel do ex-jogador, para garantia do pagamento da dívida.

Na época, Dunga fez uma representação contra Romário em Brasília. Ele queria que o parlamentar respondesse por injúria e difamação, mas isso não aconteceu, inclusive, a representação foi arquivada. Romário, como exerce o cargo de senador, neste caso, tinha imunidade parlamentar.

A treta começou em 2016. Na ocasião, Dunga acionou a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar do Senado alegando que estava sendo alvo de ofensas por parte de Romário. Um ano antes, o Baixinho afirmou que havia interesses comerciais na convocação da seleção brasileira. Na época, Dunga era o técnico. Pois bem! Depois disso, no ano de 2017, Romário acionou Dunga na Justiça, mas perdeu! Ele exigia R$ 500 mil de indenização do atleta.

Continua após a publicidade

Tags Relacionadas: