Fechar
desabafo

Shantal se pronuncia sobre ter sofrido violência obstétrica: ‘história pesada’

Influencer voltou às redes sociais nesta terça-feira (14)

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

A influenciadora digital, Shantal Verdelho, voltou às redes sociais, nesta terça-feira (14), após um curto período de afastamento por conta da repercussão de um áudio vazado em que ela relata detalhes da violência obstétrica sofrida no parto da segunda filha, Domênica. Ela deu à luz em uma maternidade de São Paulo, de parto normal, feito por um dos obstetras mais renomados da capital paulista, o Dr Renato Kalil.

Shantal finalmente se pronunciou sobre o caso e o classificou como ‘muito pesado’. “Confesso que não estou muito bem, mas essa história me pegou, acho que é uma história muito pesada. Aqui é meu ambiente de trabalho, querendo ou não… O que eu queria era voltar aqui fingindo que nada aconteceu, entreter vocês, trocar nossas ideias, mas acho que seria estranho eu chegar aqui e não falar nada, não seria bacana”, disse.

A influencer pediu compreensão do público e disse não querer mais tocar neste assunto de agora em diante. “Queria pedir para vocês compreensão, é um assunto que me constrange, é um assunto íntimo, que era para ser íntimo, que não era pra ter saído do meu âmbito familiar e das minhas amigas mais próximas. E que envolve a minha filha e o rostinho dela em todas as notícias, uma bebezinha de 3 meses. (…) Daqui pra frente, o assunto vai ser outro”, finalizou.

O polêmico áudio

Continua após a publicidade

Na sexta-feira (10), um áudio e alguns vídeos circularam na internet. Neste material, Shantal fala e mostra supostas cenas de violência obstétrica durante o parto.

Nos registros, feitos com uma Go Pro pelo marido da influencer, Matheus Verdelho, o ginecologista e obstetra Renato Kalil aparece soltando alguns palavrões enquanto pede para a gestante fazer força.

“Eu estou fazendo. Eu sou a maior interessada nisso”, respondeu ela, na hora. Shantal contou ainda que o trabalho de parto durou aproximadamente 48 horas e não foi humanizado, como era de sua vontade.

A influencer ainda descobriu que o médico abriu sua intimidade para outras pessoas. “Descobri que ele falou da minha vagina para outras pessoas. Tipo: ‘ficou arregaçada, se não tiver episotomia, você vai ficar igual'”.

Ela também acusa o profissional de ter revelado o sexo de sua bebê, sem consentimento, em suas redes sociais. “Ele quebrou o sigilo médico”, reclamou Shantal.

“Simplesmente, quando a gente assiste ao vídeo, percebe que ele me xinga o trabalho de parto inteiro. Fala ‘p*rra, faz força. Filha da mãe, ela não faz força direito. Viadinha’. Que ódio”, desabafou no áudio, que foi enviado por Shantal para um grupo de amigas e acabou vazando nas redes sociais.

A assessoria do médico Renato Khalil negou as afirmações de Shantal e disse que tomará providências jurídicas.