Fechar

EXCLUSIVO Sindicato dos Artistas do Rio lamenta apoio de Douglas Silva à escalação de Jade Picon

‘É uma tristeza’, disse Hugo Gross em entrevista para esta coluna

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Na semana passada, Douglas Silva participou do ‘Flow Podcast’ e deu a sua opinião sobre a escalação de Jade Picon para a próxima novela das 21h da ‘TV Globo’, ‘Travessia’. O ator disse ter gostado do convite feito para a ex-companheira de reality e declarou que essa pode ser uma oportunidade da influenciadora levar o público da internet para assistir televisão.

“Achei muito fod*. Óbvio, se tem essa questão [não ter DRT], então como que ela faz para tirar? Mas ela ter sido convidada acho fod*”, comentou DG, que continuou: “É uma menina que fala com o público que não está assistindo televisão, está na internet. Então ela vai pra televisão pra esse público olhar pra televisão e é bom isso”, opinou.

A defesa de Douglas Silva sobre a escalação de Jade Picon não agradou o presidente do Sindicato dos Artistas do Rio, Hugo Gross. Em entrevista para esta coluna, ele lamentou que o ‘Dadinho’ de ‘Cidade de Deus’ tenha banalizado o DRT. “O Douglas deu entrada no registro provisório em 2006 e não foi mais. Soube pelo Ministério do Trabalho que ele tirou o registro, só não sei por onde. Mas uma pessoa que, no caso dele, teve uma madrinha muito boa e foi lançado, ele não sabe como é a carreira do ator, ele não passa pelas dificuldades. Não batalhou, não lutou, então ele banaliza o registro. É uma tristeza”, declarou.

Hugo Gross fez questão de, mais uma vez, enfatizar que não tem nada contra a ex-BBB, mas, como presidente do sindicato, precisa defender a classe artística. “Eu não tenho nada contra Jade Picon. Só que tem que ser feita uma tramitação legal, que não realizada em nenhum momento, até agora. Nós não estamos aqui atrapalhando o bem-estar e o trabalho de ninguém, a gente quer só organizar a casa, a carreira das pessoas. E mostrar que a carreira artística, do ator, da atriz, é séria e tem que ter estudo pra isso”, falou.

Continua após a publicidade

O presidente do Sindicato dos Artistas continuou: “Ele [Douglas Silva] defendeu porque eu acho que ele não tem a noção do que é ser artista, do que é ser ator e batalhar, porque ele teve uma madrinha que é uma excelente atriz e pessoa. A Regina Casé que lançou“, disse ele, que completou: “Ela poderia também ter visto que ele não tinha registro, mas eu não posso responder pelos outros gestores, só pela minha gestão”.

Gross ainda esclareceu que todo o procedimento feito dentro da legalidade, é liberado pelo sindicato. “Mas, eu deixo muito claro, se a tramitação é feita na legalidade, a gente libera. Até por isso que existe específica pra isso, a gente faz uma análise, pra não dizer que o sindicato tá dando trabalho pra A, pra B ou pra C. No caso dele, ele não passou perrengue nenhum“, encerrou.

Sindicato dos Artistas toma decisão drástica

O Sindicato dos Artistas do Rio decidiu entrar com uma denúncia no Ministério Público do Trabalho, com o objetivo de impedir todas as pessoas que não são atores e atrizes de protagonizarem novelas. De acordo com as informações obtidas por esta coluna, em breve, todas as emissoras vão ser notificadas da decisão.

O advogado do Sindicato dos Artistas do Rio (SATEDRJ), Rafael Peixoto, explicou que o pedido pretende fazer com que haja uma fiscalização no setor artístico. “Realizamos a denúncia frente ao Ministério Público do Trabalho pra fazer a fiscalização dessas pessoas que estão realizando trabalhando de forma irregular. E agora eu vou despachar, pra que o Ministério Público possa dar maior celeridade a esse trâmite”, disse.

O presidente do Sindicato dos Artistas do Rio (SATEDRJ), Hugo Gross declarou que a ação é para proteger o operário da arte. “Isso é pra gente poder, realmente, proteger a nossa classe, proteger os atores que tem registro e fazer o que tem que ser feito pelo sindicato: proteger sempre o operário da arte, valorizar o ator, valorizar a atriz que tem registro e que realmente batalha há anos e anos por um lugar ao sol”, falou.