saiu em defesa

Stênio Garcia se irrita com ataques à Marilene Saade: ‘eu tô indignado’

Ator fez um desabafo e pediu que parem de atacar sua mulher

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Marilene Saade, mulher do Stênio Garcia, vem sendo alvo de inúmeras críticas desde que viralizou um vídeo onde ela aparece retirando o ator à força de uma entrevista. Após a enorme repercussão do caso, Stênio usou as redes sociais para defender a amada e pedir que cessem os ataques.

“Gente, a Marilene sempre cuidou de mim. Eu estou vivo aqui e com saúde graças a ela. Eu queria que vocês parassem com isso, porque tá me separando dela. Ela é a pessoa que me protege, que me resguarda”, começou Stênio, que demonstrou muita indignação com a quantidade de ataques em cima de Marilene.

“Eu tô indignado com vocês, porque vocês não têm o direito de maltratar a Marilene como estão maltratando. Ela me trata muito bem. Vocês estão destruindo uma relação de amor, isso que vocês estão fazendo. Vocês estão sendo cruéis com a Marilene e comigo também. Vocês são injustos falando mal dela”, desabafou o ex-global.

Nas imagens que repercutiram, Stênio aparece falando sobre a relação com Beth Goulart e o lançamento do livro da atriz. O ator começa a elogiar a colega, mas é impedido pela esposa de terminar o diálogo. Marilene invade o espaço e coloca a máscara no marido, que estava pendurada na orelha durante a entrevista.

“Desculpa, não pode pegar coronavírus, você não pegou até agora”, disparou Marilene Saade, que também falou com o repórter: “Desculpa, acabou”. Stênio Garcia chega a gritar pedindo para continuar: “Não, deixa eu acabar”. Mas é retirado pela esposa, deixando o jornalista constrangido com a situação.

Apesar da desculpa usada para tirar o ator da entrevista, foi Marilene quem revelou, em entrevista à revista Quem de abril do ano passado, que Stênio havia sido infectado pela COVID.

Procurado pelo ‘A Tarde É Sua’, Marcos Bulques esclareceu que não pediu para o ator tirar a máscara e contou como se sentiu com o ocorrido. “Eu quero deixar claro que não pedi para o Stênio Garcia tirar a máscara, porque podem pensar que eu pedi. Ele tirou por livre e espontânea vontade”, contou ele, que continuou: “Do nada aquilo aconteceu. Ela alegou que foi por conta do coronavírus. Mas engraçado que ela foi no caixa, colocou a mão em tudo e depois na mão dele”, observou Marcos.

O jornalista ainda disse ter se sentido humilhado. “Achei uma falta de respeito comigo como repórter, não só com a Beth Goulart, que estava lançando um livro, não só com o público, mas principalmente com o Stênio. Foi triste, humilhante, nunca pensei que passaria uma situação dessas”, lamentou.