Fechar
retinoblastoma

Tiago Leifert e Daiana Garbin revelam câncer raro da filha Lua

A pequena tem retinoblastoma, câncer que atingiu seus dois olhos

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Tiago Leifert já havia adiantado que deixou o comando do BBB22 para cuidar de problemas pessoais, mas sem revelar o motivo. Neste sábado (29), o apresentador e sua mulher, Daiana Garbin, revelaram do que se trata: o casal descobriu que a filha, Lua, de 1 aninho, tem um câncer raro nos dois olhos. Esta coluna já sabia da condição da pequena, porém, a pedido do apresentador, não publicamos em respeito ao momento difícil do casal.

“No comecinho de outubro do ano passado, a gente descobriu que nossa filha, Lua, está com câncer. Ela está com um tipo de câncer nos olhos muito raro, que se chama retinoblastoma. É um câncer que acontece nas células da retina. Elas acabam tendo um crescimento desordenado e acabam formando tumores que podem ser em um olho só ou, como é o caso da nossa filha, bilateral. Ela está com um tumor em cada olho”, conta Daiana.

Ela explicou um pouco sobre a doença rara. “É muito difícil descobrir esse câncer e é por isso que estamos gravando esse vídeo para vocês. Normalmente ele é um câncer que acontece em crianças muito pequenas, antes dos 2 ou 3 anos de vida, quando a criança ainda não fala e está muito pequena. Então, ela não consegue expressar que não está enxergando mais e os pais também não percebem”.

Ainda segundo a ex-repórter da Globo, a pequena teve sorte do pai ter começado a notar algo estranho em seus olhos. “A gente teve muita sorte de descobrir, porque a Lua sempre, aparentemente, enxergava tudo, um fiozinho de cabelo, uma sujeirinha no chão e a gente nunca imaginou que algo tivesse impedindo a visão dela. Só que aí o Tiago começou a perceber um movimento estranho no olhinho da Lua”, contou ela. “Um movimento irregular e ela me olhava meio de lado”, completou Tiago Leifert.

Continua após a publicidade

“Ele me dizia que tinha alguma coisa errada no olhinho da Lua e eu dizia: ‘para de ser chato, não tem nada, tá ótimo. E ele insistia: ‘Dai, tem uma luz branca estranha no olhinho da Lua’. Até que um dia eu percebi um reflexo branco, como se fosse um olho de gato. E aí a gente levou ela ao oftalmologista e recebemos esse diagnóstico”, explicou.

O casal decidiu, em consenso com a família, manter a doença da filha em sigilo, mas acabou mudando de ideia durante o tratamento. “Depois da última quimio da Lua, ela já fez quatro, a gente começou a mudar um pouco de opinião. Uma coisa começou a nos incomodar, assim como estava me incomodando quando eu achava que tinha algo de errado. Que é saber tudo o que a gente sabe hoje e não dividir com você, que está assistindo, e está cuidando de um bebê”, disse Leifert.

Quimioterapia sem efeito colateral

Tiago e Daiana mostraram a pequena Lua, no vídeo, e explicaram porque o cabelo dela está intacto, mesmo realizando o tratamento quimioterápico. Segundo o apresentador, o tipo de tratamento para esta condição rara de Lua não dá efeito colateral em alguns casos.

“Ela está com o cabelinho ainda intacto, porque a forma de fazer quimioterapia no retinoblastoma, algumas crianças conseguem, e ela conseguiu, é através de um cateterismo, é intra-arterial, então eles colocam o remédio só ali no olho, especificamente no olho. Ele (remédio) acaba indo um pouco para a circulação, mas não o suficiente para causar efeitos colaterais graves. Ela está super alegre, cheia de energia”, completou ele.

Como identificar a doença e alerta

O casal busca, através do pronunciamento, atingir o maior número de famílias possível, para que consigam entender os indícios da doença e, assim, se for caso, terem o diagnóstico com antecedência para que o tratamento seja realizado o quanto antes.

“O recado mais importante que a gente dá pra você hoje, que tem um bebê ou uma criança pequena perto de você: se você reparar que tem um movimento irregular no olho dela, no globo ocular, se reparar que ela tá te olhando meio de lado às vezes, se você reparar que quando tira uma foto com flash, em vez de voltar aquele reflexo vermelho, que é o normal, e voltar um reflexo branco, tipo olho de gato, vá imediatamente procurar o oftalmologista”, disse Tiago.

O apresentador também ressaltou a importância de levar as crianças ao oftalmo ainda antes do primeiro ano de vida. “Tá com estrabismo, vai procurar um oftalmo. E mesmo se você nunca viu nada disso no seu bebê, vá no oftalmo no primeiro ano de vida, por favor. Mesmo se a Lua não tivesse retinoblastoma, a gente deveria ter levado ela no oftalmo no primeiro ano de vida”, afirmou.

Confira o relato completo no vídeo abaixo: