Fechar
desabafo

Tiago Leifert quebra silêncio sobre Ícaro Silva: ‘Covardia o que fizeram comigo’

Apresentador confessou que ficou transtornado ao ver Ícaro Silva ‘ironizar’ o problema pessoal que está enfrentando

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Depois de se ver no olho do furacão, por conta da polêmica envolvendo as alfinetadas trocadas com o ator Ícaro Silva, nas redes sociais, o apresentador Tiago Leifert finalmente rompeu o silêncio e se pronunciou em um longo desabafo publicado no Instagram. O apresentador classificou a onda de ataques contra seu posicionamento de defender o ‘Big Brother Brasil’, que foi chamado de programa ‘bosta e medíocre’, como ‘covardia’.

“Covardia o que fizeram comigo nos últimos dias, mas eu falo essa palavra com tranquilidade, porque sei que vocês estão cientes, eu recebi muitas mensagens”, disse o jornalista sobre as mensagens de apoio que recebeu.

Tiago afirmou que sua fala sobre ‘provavelmente o BBB pagar o salário de Ícaro’ foi distorcida para tomar um rumo que ele nunca teve a intenção de dar. “O que eu disse foi jogado para um lugar que não é meu, catapultado para lugares que eu desconheço, que não foi o que eu falei. E vocês que me seguem sabem que eu não falei”.

Ele também citou os ataques pesados que recebeu. “Eu fui atacado por causa da minha religião, por causa da minha família, e eu não fiz isso em nenhum momento. Eu não ataquei a família de ninguém, a índole e a trajetória de ninguém”, afirmou.

Continua após a publicidade

O apresentador disse que se viu transtornado após Ícaro Silva mencionar os problemas pessoais que ele vem enfrentando e que o fizeram se desligar da TV Globo.

“Por último, nesse delírio que aconteceu nos últimos dias, no último parágrafo de uma carta que foi escrita pra mim, tripudiam, ironizam um problema pelo qual eu estou passando, que nem eu estou preparado para falar. E aquilo me tirou de giro de um jeito que eu achei que não fosse possível depois de tantos anos trabalhando na comunicação e na mídia. Eu achei que não iriam conseguir. Mas eu realmente parei de enxergar tudo e fiquei muito transtornado com aquela parte. Então eu vou ignorar, por agora, aquele final”.

Ele também aproveitou para lamentar que pessoas tenham se ferido com o que ele disse, mas ressaltou que isso não é um pedido de desculpas. “Eu gostaria só de lamentar que o que eu disse tenha sido usado para ferir pessoas que não tenham a ver com a assunto e numa causa que também não tem nada a ver com o assunto. Fiquei muito triste, porque o que eu fiz, que foi defender meus colegas e meu trabalho, foi usado para machucar outras pessoas. Nunca foi essa minha intenção. Se você se feriu com o que eu falei, lamento pra caramba. Mas isso não é um pedido de desculpas. Só lamento e fico triste”.

Tiago ainda reformulou sua fala sobre ‘pagar o salário de Ícaro’ para recolocá-la da forma correta. “Quando eu disse: provavelmente ajudamos a pagar o seu salário, eu errei. Não é provavelmente, nós ajudamos a pagar o seu salário. O seu, o do Boninho, o meu, o do Luciano Huck, do Mion, de todo mundo ali. Assim como o trabalho de todo mundo da Globo, dos atores, atrizes, técnica, maquiagem, figurino, comercial, jurídico”, disse.

Ele acredita que sua fala seja uma constatação óbvia e não ofensiva. “Eu não consigo ver onde está a ofensa em uma constatação dessa, de que o nosso trabalho, todo mundo junto, um ajuda a pagar o salário do outro. Se pegar isso que eu falei e transformar em qualquer outra coisa, eu não vou estar lá, porque não foi isso que eu disse”.

O apresentador mencionou ingratidão, hipocrisia e desrespeito como centro da discussão toda. “Eu não preciso me defender de nada. Eu só vim aqui esclarecer o que eu falei e onde eu tô e o que é essa discussão, que é sobre ingratidão, hipocrisia e sobre desrespeitar o trabalho das pessoas. Se para se defender disso levam a discussão para outra esfera e que machuca outras pessoas, eu lamento pra caramba, porque não foi isso que eu falei”.

Tiago terminou agradecendo quem o acolheu enquanto ele estava no centro dos furacão. “Queria terminar agradecendo todo mundo que me defendeu e dizendo que dia 23 foi meu último dia de contrato na Globo e que, mesmo assim, pela equipe do Big Brother e pelo público do programa, que me elevou a outro patamar profissional, eu aguento qualquer coisa”.