Fechar

EXCLUSIVO Treta ganha mais um capítulo: Deborah Albuquerque rebate acusação de Mari Matarazzo

A jornalista também pede que a influenciadora pare de citar o seu nome

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Parece que a guerra entre Mari Matarazzo e Deborah Albuquerque não vai ter fim tão cedo. Em entrevista para Matheus Mazzafera, a influenciadora voltou a citar a esposa de Bruno Salomão e relembrou uma confusão entre as duas. 

Em entrevista exclusiva para a coluna, Deborah critica a atitude de Mari e pede que a campeã do Power Couple 5 pare de persegui-la. “O Matheus nem colocou o meu nome ali durante a entrevista. Toda vez que eu falo sobre ela é que o apresentador perguntou sobre ela, aí eu tenho que responder. Mas ali, ele nem citou meu nome. Ele perguntou sobre tretas. E aí uma pessoa soprou meu nome para ela. Eu não sei com que intenção ela está falando tanto no meu nome e tentando puxar tanta briga comigo. Esse programa já acabou. Ela já venceu. Eu não sei se ela se sente mal por de repente as pessoas falarem que venceu sem merecer, não sei. Não entendo”.

Deborah continuou: “E o cúmulo do absurdo foi o que a mãe dela falou nessa live que ela relembrou. Ela falou do meu uso de remédios controlados, falou que eu me encostei no meu marido sendo que quando eu conheci o meu marido, ele estava no vermelho. Meu marido começou do zero. E a gente não tinha empresa, nem clínica. Ele era funcionário, ele era médico de hospital. Então, a gente começou tudo do zero e essa senhora me acusa de estar com o Bruno por interesse, porque eu sou dez anos mais nova. Ela também faz essa acusação nessa live. Essa live não fui eu quem salvou. Então, a grande culpada pela filha da Mariana estar aparecendo nesse tipo de conteúdo onde tem falas machistas, falas de remédio contra mim. A criança apareceu por culpa da mãe da Mariana. E está na internet não fui eu que coloquei”, disse Deborah, se referindo a acusação de Mari de ter postado uma foto de sua filha. 

Deborah diz que ela e o marido, Bruno Salomão, não desejam mal ao ex-casal Mari e Matheus Yurlei.  “A gente está feliz comemorando. Todo dia, a gente faz live no nosso canal. E a gente nunca agride as pessoas desse jeito. E já foram várias agressões assim gratuitas dos dois lados. Eu não entendo por que os campeões estão tão vidrados na minha vida e do Bruno”, desabafa. 

Continua após a publicidade

A vice-campeã do Power Couple 5 afirma ainda que não fez mal nenhum para ninguém para sofrer tantos ataques.  “A gente não fez mal nenhum para eles. Pelo contrário, a gente que foi atingido pela covardia que houve de dez torcidas contra uma, mas para que foi tudo superado. Ganhamos um carro bom, que acho que dividindo o prêmio ali dos dois nesse divórcio, a gente ganhou mais financeiramente do que eles, que acumularam muito pouco. E também nós temos um casamento lindo até hoje. Estamos juntos, o programa nos fortaleceu, não nos abalou. Durante o programa não tem uma cena que desmerece meu casamento, mas desse casal temos, né? E eu não vou ficar porque quem assistiu o programa sabe. E é isso”, alfineta.

Deborah não pensa em processar Mari e Matheus, mas não descarta, futuramente, recorrer à Justiça para que o ex-casal pare com os ataques contra ela. “

Ela não está falando de seu joguei bem, se eu joguei mal, mas está falando da minha vida pessoal aqui fora. Se ela continuar com isso, a gente vai ter que dar um passo maior para que isso pare. Inclusive, a gente já teve uma situação grave com o Matheus dele falar de mim com conotação sexual e chamar o Bruno para a briga de vias de fato. É um casal que nos persegue aqui fora que a gente não sabe o porquê. Era pra eles estarem felizes com o fato de serem campeões. E a gente está aqui todo dia fazendo live, trabalhando no programa da edição seis sem tocar no nome deles”, disse.

A ex-Power Couple completou: “Então, desejo que siga em paz e que sirva de alerta para que ela pare de falar o meu nome um pouco pra tem o próprio conteúdo assim como eu tenho o meu que é como jornalista, como apresentadora dentro do meu programa trabalhando nas plataformas da própria Record com um programa que eu trabalhei então espero que ela siga aí uma carreira e vá pra um futuro, mas que seja de mim ou pelo menos sem falar de mim costas dessa forma. Eu nunca revidei. Eu sempre me calei para evitar stress e pra tocar a vida pra frente, né? Mas quero que ela pare de insistir em cada oportunidade de falar da nossa vida, até porque o jogo acabou e a vida tem que seguir normal, né? E que ela vença na vida, porque a gente aqui está vencendo”, finaliza.