Fechar
casos de família

Treta! Perlla nega abandono das filhas, mas ex diz que ela ofereceu guarda definitiva

Cantora está em Portugal com seu novo companheiro, mas sem previsão de volta

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Depois que esta humilde coluna noticiou, com exclusividade, que a cantora Perlla partiu para Portugal com o noivo, Patrick Abrahão, sem data para voltar, e deixando as duas filhas no Brasil sem dar uma satisfação de quando retornaria, eis que ela foi às redes socais negar tudo, como sempre costuma fazer.

Ela e o noivo juraram que não deixaram o Brasil após o empresário ser pressionado, e até ameaçado pelas crescentes denúncias de suposta prática de pirâmide financeira em seus negócios.

“Primeiro que nós não fugimos. Temos data de volta, mas não compete falar o dia exato, porque não tem necessidade disso. Não abandonei minhas filhas, elas sabiam que o final do ano eu não passaria com elas, porque o Natal delas não vai ser comigo. Pra mim o Natal tem muito valor, mas não que o Ano Novo não tenha. O Natal é muito simbólico e pra mim é muito família. E como não vou passar o Natal com elas, resolvi prolongar a viagem. Já tinha deixado avisado para a minha mãe e minha tia, que me ajudam com as meninas”, contou Perlla.

Em completa incoerência, Perlla afirmou também que voltou a abrir mão da carreira nos palcos para se dedicar às meninas – as mesmas que ela deixou no Brasil sem saber quando verão a mãe novamente, sendo cuidadas parte do tempo pelo pai e a outra parte pela avó materna.

Continua após a publicidade

“Por um bom tempo eu deixei de lado a minha carreira, por conta das meninas. Agora tomei essa posição também de não voltar aos palcos para dar total atenção para as meninas, para o que elas precisam. Eu digo que sou pai e mãe pra tudo, e sou mesmo. As meninas têm tudo, não falta nada”, disse a ex-funkeira.

E a história de ‘sou pai e mãe’ pra tudo irritou completamente o pai das meninas, Cássio Castilhol, que foi aos stories do Instagram botar a boca no trombone e contar, inclusive, que há alguns meses a advogada de Perlla chegou a oferecer a ele a guarda unilateral das meninas.

“No mês de agosto, a advogada dela procurou o meu advogado oferencendo a guarda das meninas para morar comigo definitivamente. Na época, eu não vi necessidade, porque ela estava aqui pelo Brasil e tinha tempo para estar com as filhas e não vi necessidade de tirar as filhas do convívio com a mãe assim dessa forma. Hoje eu entendo por que ela fez essa proposta. Na época, não aceitei também por causa das condições que ela impôs”, contou.

Cássio, inclusive, contou à coluna que pretende entrar na Justiça para solicitar a guarda definitiva das meninas. “Ainda não peguei as crianças cem porcento para ficarem comigo porque não fez um mês que a Perlla está fora, e meus advogados me instruíram a esperar pelo menos dois meses para acionar ela na Justiça”, disse.

Mas a Perlla jura que a viagem é só a trabalho e que não largou as filhas pra trás: “São minhas filhas, gente. Não tem a possibilidade de eu deixar pra lá. A gente não vai morar aqui e estamos em viagem de trabalho, nem passeio é”.

Então tá…

Tags Relacionadas: