Fechar

EXCLUSIVO ‘Vai demorar muito tempo para surgir outra Marília, lamenta Tierry

Cantor acredita que o sertanejo perdeu a sua maior referência feminina dos últimos tempos

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Ainda abalado com a morte de Marília Mendonça, o cantor Tierry diz que a perda trágica da cantora vai abalar o universo sertanejo. “Perdemos a nossa maior referência feminina. Vai demorar muito tempo para surgir outra Marília no sertanejo. Ela não era só uma cantora ou uma voz bonita. Ela tinha sensibilidade de escolher o que era incrível para ser gravado. Ela também escrevia letras poderosas. Foi uma perda sem precedentes no mercado sertanejo”, lamentou Tierry.

O cantor conta o que aprendeu com a ‘rainha da sofrência’. “O que aprendi é que ser um artista forte e com voz ativa é importantíssimo. Aprendi também que é preciso ter ousadia, atitude e ser diferente. A sofrência pode ser para todos, independente de classe social. A música responde a qualquer questão e é o maior legado de um artista. Nada pode ser maior que a sua história na música”, disse Tierry, que fez questão de participar da homenagem à cantora feita por de Luciano Huck no último domingo (7).

“Amo demais a Marília e a família dela.Vou amar para sempre. Que honra poder ter vivido na mesma época dessa personalidade da música sertaneja e de uma mente brilhante. Ela deixou o legado de que as mulheres podem tanto quanto os homens em qualquer meio. Marília dizia que eu ‘era um gênio’ e nada paga isso”, finalizou Tierry.

Tierry diz que Marília Mendonça mudou o sertanejo

Continua após a publicidade

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff