Fechar
briga na justiça

Veja detalhes de trocas de mensagens entre Dani Calabresa e Marcius Melhem

Os humoristas falaram sobre ‘beijos e algumas coisinhas mais’ em conversa por aplicativo

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

A briga entre Dani Calabresa e Marcius Melhem ainda segue na justiça, desde quando a humorista o acusou de assédio e importunação sexual em 2020. Porém, o ex-diretor da ‘Globo’ tenta provar a sua inocência usando mensagens de WhatsApp trocadas com a apresentadora. De acordo com informações divulgadas pelo colunista do ‘UOL’, Ricardo Feltrin, ao menos 27 conversas, datadas de 2016 a 2019, constam nos autos da investigação.

Ainda segundo o colunista, as conversas mostram um clima amistoso entre Calabresa e Marcius Melhem, antes da denúncia feita pela humorista e, em uma delas, eles chegam a falar sobre beijos em uma festa.

A primeira troca de mensagens divulgada é do dia 27 de novembro de 2016, às 21h59. Na ocasião, Calabresa diz: “Obrigada, você me trouxe para trabalhar, mas ‘vc’ não tem ideia de como sou feliz no Zorra. 2 anos de um trabalho feliz demais! OBRIGADA (emojis com beijinho e corações)”. Melhem, então, responde: “Meu amor. Eu que agradeço a confiança. Fico feliz demais com a sua indicação. Tá só começando. Vamos juntos (emoji de coraçõezinhos)”.

Em uma outra troca de mensagens, no dia primeiro de junho de 2017, Calabresa escreve: “Obrigada mil vezes por lembrar de mim (emoji coração) melhor convite”. Melhem responde: “Te amo sem você me mandar um nude, olha que puro! É nosso! Eu sou eternamente grato por confiar em mim. E vou te fazer muito feliz. Ainda na Globo. Tá só começando”. Dani, então, diz que mostrou o nude sem ele pedir. “Ahahahahaha mostrei sem ‘vc’ pedir! Agora vou ter de mandar pro Cinti [Cláudio Cinti], pra dá força… Car*lho, viu rs (emoji triste e coraçãozinho)”. “Hahah p*p! Mostrou e eu lembro de cada detalhe? Sofrendo com Cinti e mais gente querida”, falou Marcius. A humorista finaliza: “Te amo Marcius, obrigada”.

Continua após a publicidade

Em uma outra conversa utilizada por Marcius Melhem em sua defesa, ele mostra mensagens trocadas com Calabresa um dia após a festa da equipe do ‘Zorra’, que aconteceu no Rio, em 2017. Na ocasião, segundo a humorista, o ex-diretor da Globo tentou forçá-la a entrar num banheiro com ele.

“Ei, Dani! Se você lembra o que a gente falou ontem? rsrs. Esse recado prova que a gente trocaria mensagens no dia seguinte (coraçãozinho). Adorei toda maluquice da festa de ontem (emoji de um dançarino e de uma placa ‘proibido para menores de 18’). O que você não lembrar, eu te conto (piscadinha). Beijo, Marcius”, escreveu. Dani respondeu: “Meu Deus, bom dia, rs (emojis de macaquinhos tampando os olhos). Não lembro o que a gente ‘falou’, só dos 7 GINS que eu tomei. E de alguns beijos (macaquinho, coração, gotinhas)”.

Em seguida, Melhem manda: “Hahah bom dia. Eu, como não bebo, lembro de mais um pouquinho. Dos beijos e de algumas coisinhas mais. Adorei toda a loucura de ontem. Entendeu por que não fico nas festas? Eu fico bêbado junto. Manda beijo pra Maíra. Pessoal tava combinando uma festinha/videokê lá em casa sábado que vem, dia 11. Bora? (emojis de piscadinha e beijinho)”. Calabresa não aceita o convite: “Tô saindo do ‘Zorra’ (macaquinho). Mas embalo minha amiga Maíra num plástico bolha e mando pra sua casa (piscadinha)”.

De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, a Maíra que os se referem na conversa é a executiva Maira Perazzo, amiga de Calabresa, que também beijou Melhem naquela noite.

Ainda segundo a coluna, em sua defesa, Calabresa diz que “fingia não perceber os excessos” e tinha “sentimentos de medo, receio e de ojeriza”. Ela afirma ainda que “fingia normalidade para preservar sua carreira” e também acusa Melhem de tê-la prejudicado na Globo. Já Marcius Melhem admite que “deu em cima” da humorista após ela se separar de Marcelo Adnet, em 2017. Porém, o ex-diretor da Globo nega ter assediado a apresentadora.