ExclusivoVictor Fasano briga na Justiça para não pagar cobrança de mais de R$ 100 mil

Débito é referente a imposto sobre doação de ações

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

Victor Fasano entrou com um mandado de segurança solicitando a suspensão de uma cobrança, que ele alega ser indevida, e é referente ao imposto sobre uma doação que recebeu de sua mãe.

O ator ganhou 447.715 ações de uma famosa rede de drogarias, avaliadas em cerca de R$ 1,4 milhão e, após ser avisado sobre a cobrança do imposto, alega ter realizado o pagamento do mesmo, com o auxílio de um contador contratado por ele.

No entanto, o artista acabou virando alvo de um processo de cobrança e foi pego de surpresa ao descobrir que, em seu nome, consta uma dívida de mais de R$ 100 mil, que foi apurada pela fiscalização, a pedido da Diretoria de Arrecadação, Cobrança e Recuperação de Dívida (DICAR).

Além de negar que estivesse devendo, Victor alegou não ter sido intimado no processo da forma correta, e afirmou ainda que a autoridade que instaurou a ação não era competente pra isso.

Entretanto, ele perdeu a ação. Fasano então entrou com um recurso, sustentando que a sentença embargada seria obscura, omissa e teria graves erros materiais.

Em seu recurso, ele pediu que o juízo se manifeste sobre os erros apontados, mas a análise do mesmo acabou sendo prejudicada, devido aos fatos em questão já terem sido levantados em outro processo. Desta forma, o recuso de Fasano sequer será formalmente analisado pela Justiça.