Fechar

EXCLUSIVO ‘Eu amo muito comer panetone no Natal’, assume Viih Tube

Influenciadora e ex-BBB conta sobre o Natal em família, o que se deu de presente e o que pediu para Papai Noel em 2022

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Vitória De Felice Moraes, mais conhecida como Viih Tube, adora Natal e, todos os anos, ela comemora com a família em grande estilo a tradicional festa. Só que logo mais, a celebração com ceia e troca de presentes com os parentes vai ser ainda mais especial: será o primeiro ano de comemoração em sua própria casa: a cobertura dúplex de 400 m² no Morumbi, em São Paulo, que levou um ano para ficar pronta depois de uma grande reforma.

Pai, mãe, avós, tios e primos vão estar presentes. O affair Lipe Ribeiro não, já que os dois combinaram passar o Réveillon juntos. Mas, Viih Tube espera ganhar um presente do boy. Uma lembrancinha está valendo porque ela já se deu mimo e tanto – uma bolsa de grife. Só que seu maior presente, sem nenhuma demagogia, é ter os parentes unidos. “Eu estou super feliz em poder reunir todo mundo”, garantiu.

Onde e como vai ser o seu Natal?
O meu Natal vai ser na minha casa. Vai ser a primeira vez que comemoro a data na minha casa mesmo, que eu comprei e que ficou um ano reformando e agora está tudo pronto. A minha família vai passar comigo. Os meus pais são separados, mas eles se dão bem e aí vem a minha mãe e uma parte da família dela. O meu pai também e uma parte da família dele. Enfim. Todo mundo é super amigo, todo mundo se dá bem e eu estou super feliz em poder reunir todos.

O que você não abre mão de fazer ou comer no Natal?
Panetone. Eu amo muito comer panetone no Natal  e o que eu não abro mão de fazer é uma brincadeira da nossa família chamada ‘amigo da onça’. Nós colocamos os presentes na mesa e um vai pegando, trocando presente do outro. É muito divertido e todos os anos a gente faz para se divertir.

Continua após a publicidade

O que você se deu de Natal ou ganhou esse ano?
Uma bolsa de grife. Depois que eu investi na casa e no carro, passei muito tempo sem comprar absolutamente nada e aí eu resolvi comprar um presente bem bacana pra mim. Nunca fui de investir grana em coisas de grife, mas eu quis comprar essa bolsa pra mim. Não ganhei mais nada e estou esperando ganhar algo no Natal mesmo.

Tem alguma lembrança inesquecível dessa época do ano?
A minha família é muito grande por parte de mãe e eu tenho muitos tios e primos. Sempre foi uma festa, sempre teve momentos engraçados. Um deles foi a minha tia ter quebrado o dente chupando pirulito e ela levou na esportiva. Ficou assustando as crianças e foi muito engraçado.

Um presente que nunca ganhou, mas gostaria de ter ganho?
Nunca fui de ficar querendo coisas materiais. Eu sempre gostei de Natal porque era, e ainda é, a época de estar a minha família toda reunida. Todo mundo da minha família faz questão da nossa festa e isso é bacana. Cada vez é mais complicado conseguir reunir a família por conta da correria da vida e eu valorizo muito isso na minha família.

Esse final de ano, você virou o nome, virou referência de mulher empoderada…. Como é isso tudo na sua cabeça?
Eu fico muito feliz porque durante muito tempo eu tive medo de ser eu, de me expressar, de falar a verdade e colocar a cara a tapa. Assumir os meus erros, assumir os meus defeitos sem pensar no que vão falar ou pensar. Eu sempre quis falar: ‘eu posso, eu quero’. Se eu quero pegar oito, se quero pegar 30, se eu vou levar um toco… Não importa e eu acho que a galera adora ver isso: ver que eu sou real, sou verdadeira. Eu espero que eu possa empoderar outras mulheres a viverem as suas histórias. A mulher pode fazer o que ela quiser, ela pode e deve ser feliz.

Ainda beija oito e continua sendo do Lipe? Aliás, vocês vão passar o fim de ano juntos?
Olha. Eu estou solteira e continuo beijando os oito, outros mais e o Lipe também. Ainda não sou de ninguém e me mantenho solteira. Vamos passar o fim de ano juntos, mas não é só eu e ele. Vamos viajar com amigos nossos e até uma galera do ‘BBB’ também vai. Juntou o útil com o agradável. Não é um Réveillon nosso, um Réveillon casal.

O que pediu para o Ano Novo?
Eu sou uma pessoa que crio muitas metas e me cobro muito. Todo fim de ano eu faço uma lista gigante com todas as minhas metas pessoais e profissionais e depois de dois anos de muitas tristezas, perdas e dores, eu decidi entrar 2022 com uma só meta: ser feliz, ser leve. Entregar para o universo. Eu sempre me cobrei muito e eu percebi nesses últimos anos que o importante é o hoje, é valorizar as nossas coisas, ter saúde e a nossa família por perto. Vou entregar ao universo e receber o que tiver pra mim. Eu sou muito nova para me cobrar tanto, para querer tantas metas e planos. Quero fazer diferente em 2022: quero ser livre e feliz.

Viih Tube e o Natal no novo apartamento/Reprodução

Tags Relacionadas: