Fechar
abriu o jogo

Whindersson Nunes surpreende ao revelar quanto tem na conta bancária

O humorista participou do podcast ‘Vaca Cast’, apresentado pela influenciadora Evelyn Regly

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

Whindersson Nunes participou de uma entrevista no podcast ‘Vaca Cast’, apresentado pela influenciadora Evelyn Regly, nesta quarta-feira (1). Sem papas na língua, a youtuber perguntou ao humorista se ele, de fato, estava rico. O ex-marido de Luísa Sonza não hesitou em responder o questionamento e surpreendeu ao revelar quanto tem em sua conta bancária.

“Não. Em vista da sociedade, sim. A gasolina está R$ 10, eu ainda estou conseguindo abastecer meu carro sem ficar reclamando, então estou. Isso é ser rico nesse país, abastecer o carro sem ficar reclamando”, brincou Whindersson Nunes.

O humorista ainda completou: “Eu não sou uma pessoa muito rica não. Eu faço muita coisa, invisto muito em mim e as vezes não tenho o retorno que eu acho que mereço. Só gastei, no caso. Então, se pedirem pra ver minha conta, não vou ter aquela coisa de R$ 6 milhões não. Eu tenho as coisas como propriedades, negócios, empresa, tem coisa de valor, mas não sou uma pessoa que tem muito dinheiro na conta não”, contou.

Ainda na entrevista, Evelyn Regly disse que muitos convidados ficam com receio de responder essa pergunta, que é sempre realizada por ela nas entrevistas. Whindersson, então, revelou que agora passou até a leiloar seus itens. “De fato, eu estou falando a verdade mesmo. Estou leiloando as coisas pra ajudar. Antigamente, eu só dava do meu, mas agora estou tirando os tênis, as roupas, tudo para leiloar”, falou.

Continua após a publicidade

Whindersson Nunes reflete sobre gastos com turnê internacional

Recentemente, durante shows pela Europa, Whindersson Nunes usou seu perfil do Twitter para compartilhar algumas reflexões sobre a turnê. Segundo o humorista, os gastos com esse tipo de projeto não compensam financeiramente.

Ele começou agradecendo ao público que compareceu nos shows fora do Brasil: ”Também queria agradecer demais aos muitos Angolanos, Moçambicanos, Cabo-verdianos e Portugueses presentes em todos os shows pela Europa, realmente fiquei muito feliz em ter com vocês, quero fazer esse último show em seus países”.

Whindersson continuou: ”Eu sou mto chorão quando bebo, e uma coisa que me faz ficar muito emocionado é quando os funcionários brasileiros, de todos os estabelecimentos, me recebem bem, me dizendo ‘fique à vontade, você já me fez rir muito’. Eu sei que sou famoso e que isso muda muita coisa, mas isso me faz sentir que o que eu faço é bem feito e que vale a pena”.

Porém, Whinderson Nunes ressaltou sobre os altos gastos. ”Eu mais gasto do que ganho quando faço uma turnê fora, todas as moedas estão muito altas, uma equipe de dez pessoas. É muita passagem, muito hotel, eu não sou o Ed Sheeran, sou só um comediante”, desabafou. E concluiu: “Eu sei que eu volto com todo o prestígio de uma turnê fora, vendo mais ingressos, sou grato por isso. Eu vejo vocês querendo uma vida melhor pra suas famílias, pra si mesmo, e fico feliz por fazer parte do seu bem estar obrigado”.