Fechar
fora da bancada

William Bonner fala de afastamento do ‘Jornal Nacional’

O apresentador também prestou uma homenagem ao ex-diretor de jornalismo da Globo, Alberico de Souza Crus

Fábia Oliveira EM OFF
Fábia OliveiraColunista do EM OFF

William Bonner usou as redes sociais para explicar o seu afastamento da bancada do ‘Jornal Nacional’. O apresentador explicou que está com um problema na voz e lamentou não ter prestado uma homenagem para o amigo Alberico de Souza Cruz, ex-diretor de jornalismo da Globo, que faleceu nesta semana.

“Tenho trabalhado só na edição do ‘JN’, nesta semana. A voz anda ruim. Ontem, foi mais doloroso estar assim, sem condições de apresentar. Queria ter podido dar à família e aos tantos amigos do Alberico o ar sincero de meu respeito, minha consideração e minha gratidão. Foi um chefe importante. Foi quem me fez co-chefiar um telejornal pela primeira vez, há exatos 29 anos e 40 dias”, começou escrevendo Bonner.

Ele continuou: “Na última vez em que o vi, no aniversário de uma das filhas, motivadoras de orgulho justo e público, vi Alberico subir degraus que me haviam alterado a respiração, a frequência cardíaca, a autoestima. Com mais de 2 anos de batalha contra a doença, ele subiu os mesmos degraus com uma bengala na mão direita, os olhos brilhando. E chegou com aquele sorriso dos vitoriosos. Não estava nem aí pros degraus. Tinha vitórias mais importantes e perenes de que se orgulhar“, finalizou.

Na web, internautas desejaram melhores para o apresentador do ‘JN’. “Um beijo no coração e um abraço forte para você, Bonner! E já já você estará de volta. Cuida da voz”, disse uma pessoa. “O que houve com essa voz linda, tio? Se cuida! Cuida da garganta e volta logo com a voz mais maravilhosa do Brasil”, desejou uma outra. “Sua saúde é o mais importante. Se cuida, já deu tudo certo. Seu mestre está orgulhoso de você”, falou ainda uma terceira.

Continua após a publicidade

Um quarto internauta ainda rasgou elogios para Alberico. “Alberico foi mais um dos que podem ser facilmente classificados como um dos deuses do jornalismo televisivo, junto com Armando Nogueira. O telejornalismo que vemos hoje foi moldado por eles. O que eles faziam tinha uma grife, uma assinatura. Inconfundíveis. Inesquecíveis”, declarou.

Com a ausência de William Bonner, o jornalista Hélter Duarte é quem está comandando a bancada do ‘Jornal Nacional’, ao lado de Renata Vasconcellos. Além de apresentador, Bonner também é editor-chefe do jornal diário da ‘TV Globo’.